WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


junho 2022
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
bom baiano

crill licor artesanal

paulinho material construcao

pro corpo academia

andressa fashion hair

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

hn informatica


VEREADOR QUE AGREDIU NAMORADA DA FILHA PENSOU QUE ERA LADRÃO, DIZ POLÍCIA

agressao_menina

Suspeito de agredir a namorada da filha, o vereador Edmilson Freitas, presidente da Câmara de Firmino Alves, no sul da Bahia, se apresentou à delegacia na manhã desta sexta-feira (10), com o advogado, e alegou que, como estava escuro no fundo da casa, cometeu o ato por achar que se tratava de um ladrão. Ele disse não ter reconhecido nem mesmo a filha, segundo a polícia, e foi liberado da delegacia. A Polícia Civil vai ouvir mais testemunhas e encaminhar o inquérito à Justiça. O crime aconteceu na noite de terça-feira (7).

“Ele disse que sempre entram no quintal para roubar galinha. É um lugar grande, com árvore. Ele disse que estava escuro, que não percebeu quem era. Mas diss que não aceita [o namoro da filha] na família e que tem a posição dele”, afirmou o delegado.

A vítima tem 16 anos e namora a filha mais velha do vereador. Ela teve dedo quebrado, marcas de facão na perna e hematomas pelo corpo. Mesmo negando ter reconhecido as duas, informa a polícia, o principal suspeito disse que tem família religiosa e não aprova o relacionamento, que já era conhecido. A esposa e a filha mais nova, 15 anos, também teriam cometidos a agressão.

A vítima foi submetida ao exame de corpo de delito na quinta-feira (9) e a mãe, Rosenildes da Silva, prestou queixa também na delegacia da mulher. A filha do vereador também teria ficado ferida e é aguardada na delegacia

Caso

“Tanto ele como a minha mãe não gostavam. Por isso, ele fez isso”, acusa a vítima. A agressão ocorreu por volta das 22, no fundo da casa do vereador, quando ele teria visto a filha mais velha com a adolescente. A vítima relatou que foi puxada pelos cabelos. “Começou a bater com cabo de vassoura, a bater na minha cabeça”, detalhou, um dia depois do crime.

De acordo com a mãe da vítima, Rosenildes da Silva, conselheira tutelar, a agressão acabou quando uma colega de trabalho, que é parente da família do vereador, chegou ao local. A mãe prestou queixa e a vítima fez exame de corpo de delito. “Eu estou muito chocada. Ele sendo um vereador, presidente da Câmara, jamais poderia ter feito isso”, afirmou. G1.

1 resposta para “VEREADOR QUE AGREDIU NAMORADA DA FILHA PENSOU QUE ERA LADRÃO, DIZ POLÍCIA”

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia