.

.

O suspeito do crime de feminicídio cometido contra Cristiane Barbosa Ferreira de 32 anos neste domingo, 27, segue foragido segundo a polícia.

O ex-companheiro de 24 anos é apontado como principal suspeito para o crime que chocou a região. Cristiane foi morta durante a madrugada de domingo com um tiro nas costas, após gritar por socorro. Cristiane já tinha feito boletim de ocorrência contra o suspeito, após o mesmo atear fogo na residência da vítima.

RELEMBRE O CASO

A funcionária da Lia LINE, Cristiane Barbosa Ferreira de 32 anos, foi morta com um tiro nas costas em sua residência no bairro João Calixto durante a madrugada deste domingo, 27. A polícia militar foi acionada e fez a ocorrência no local.

O QUE SE SABE ATÉ O MOMENTO:

Cristiane gritou por socorro durante a madrugada e vizinhos ouviram.

Já existe uma linha de investigação e um suspeito para o crime. Roupas do suspeito foram encontradas na casa de Cristiane.

Cristiane estava morando nesse Bairro há apenas 1 mês, pois, seu ex companheiro havia colocado fogo em sua casa em outro endereço, segundo a polícia.

Informações do Blog Itororó Já