papa2Um dos motivos que levou o papa Bento 16 a renunciar foi um relatório com cerca de 300 páginas sobre o escândalo de vazamento de informações do Vaticano, batizado de Vatileaks, segundo o jornal italiano “La Reppublica”. O texto entregue ao pontífice em dezembro do ano passado foi elaborado por três cardeais de confiança do papa e continha investigações que iam além do caso que envolvia seu mordomo, segundo a publicação. Apesar de o conteúdo ser sigiloso, a especulação é que os religiosos não mediram palavras para revelar casos de mau uso de dinheiro, disputas de poder, relações homossexuais e até um plano para revelar a homossexualidade do editor de uma publicação católica. O jornal informou ainda que o relatório será entregue ao próximo papa, alguém que deverá ser mais “jovem, forte e santo para dar conta do trabalho que o espera”. O diário italiano lembra ainda um escândalo ocorrido em 2010, quando um assessor de Bento 16 foi afastado por causa de um escândalo sexual envolvendo prostituição que abalou o Vaticano. Bahia Notícias.