WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


abril 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
escola de jiu jitsu

andressa fashion hair

rilker rodrigues

clube de campo gameleira

pro corpo academia

genilson reis fotografia

softsky informatica

carne de sol gomes


ITORORÓ: PROCURADOR ELEITORAL DIZ QUE DECISÃO DO TRE SOBRE MARCO BRITO DESPRESTIGIA A JUSTIÇA

O Procurador Regional Eleitoral Sidney Pessoa Madruga pediu ao TRE, em Salvador, a revisão da decisão que julgou o recurso da impugnação ao registro da candidatura do ex-prefeito Marco Brito, publicada no dia 13 deste mês.

Através de um recurso chamado Embargos de Declaração, protocolado no dia 15 deste mês, o Procurador Regional Eleitoral alega que o Juiz de Direito da Comarca de Itororó confirmou, por sentença, a validade do julgamento das contas do ex-prefeito pela Câmara Municipal, referente ao exercício de 2008, o que torna Marco Brito inelegível.

Assevera que o ex-prefeito entrou com várias ações pedindo a anulação do julgamento das contas pela Câmara Municipal, com o fim de “afastar a inelegibilidade fundada na reprovação de contas pelo TCM e pela Casa Legislativa”, e que tal fato revela, na verdade, “deslealdade processual” do candidato.

Segue o Procurador, alegando que o ex-prefeito tenta, flagrantemente, “burlar a legislação eleitoral”, e que espera que posturas deste tipo “levem os Tribunais Eleitorais a reconsiderar o seu entendimento em relação às liminares oportunistas, pois o que se observa no caso é que, antes do oportunismo, há claro desrespeito e desprestígio da Justiça.” Diz ainda, que os processos movidos pelo ex-prefeito visam “ludibriar a Justiça”.

Por fim, aponta que o Decreto Legislativo que reprovou as contas do ex-prefeito indicam “gravíssimos atos de improbidade administrativa, foi posto ao crivo da Justiça e encontra-se respaldado por sentença de mérito que consignou que a Câmara de Vereadores, no particular, observou os princípios constitucionais aplicáveis à espécie.”

Conclui dizendo que, a decisão do TRE/BA implica “flagrante desprestígio do Juízo de Direito da Comarca de Itororó, e, por conseguinte, da própria Justiça, com severos reflexos na segurança jurídica e inauguração de precedente perigoso.”

Desse modo, antes do processo seguir para o TSE, em Brasília, o próprio TRE/BA procederá a um novo julgamento do recurso, e poderá, a pedido do Ministério Público Eleitoral, negar o registro da candidatura de Marco Brito, assim como fez o Juiz Eleitoral de Itororó.

Informações: Ascom PT     

2 respostas para “ITORORÓ: PROCURADOR ELEITORAL DIZ QUE DECISÃO DO TRE SOBRE MARCO BRITO DESPRESTIGIA A JUSTIÇA”

  • junio says:

    Ainda com isso! Nao se cansan nao e? Se preocupem em conquistar votos. O que e difiçil por que so tao perdendo mais a cada dia. Deixem o leao em paz, a hora de voçeis ta chegando ptzinho. Kkk

  • ELEITOR CONSCIENTE says:

    O TSE está de parabens. Afinal é obvio que a descisão do TRE-BA a favor do ex-gestor teve por unico argumento o fato da decisão ser unilateral e motivada por interesses escusos e jamais baseado na lei. Fato que fica evidente ao analisarmos que está decisao foi tao infundada que nao pode nem ser analisada pelo TSE e teve de voltar ao TRE para ser julgada novamente e é obvio que a unica decisão baseada na lei será a confirmação da inelegibilidade dos ex-gestor.

Deixe seu comentário

saae
paulinho casa construcao

clinica bem estar

atacadao farma

pet love

mix core training


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia