WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


abril 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
escola de jiu jitsu

andressa fashion hair

rilker rodrigues

clube de campo gameleira

pro corpo academia

genilson reis fotografia

softsky informatica

carne de sol gomes


ITORORÓ: PREFEITO ADROALDO REUNIU-SE COM AÇOUGUEIROS NA NOITE DESTA SEGUNDA-FEIRA

Foto: Hernani Amorim

O prefeito Adroaldo, a vice Delmara, secretário Marcelino, Diretor Sérgio Rocha e membros do Governo Municipal reuniram-se na sede da Prefeitura com de cerca de 50 lideranças dos açougueiros e abatedores de bovinos, usuários do Matadouro Público, recentemente fechado por Ordem Judicial, em busca de solução para o grave problema que se abateu sobre esta categoria profissional e a economia do município.

O prefeito ressaltou seu apoio incondicional aos profissionais da carne de Itororó, lembrando-os das melhorias que trouxe para este ramo de atividade, tais como o caminhão baú refrigerado para o transporte da carne e o novo Mercado de Carnes, além de investimentos em capacitação dos trabalhadores.

Neste momento tem lutado na Justiça e no Governo para a reabertura, mesmo que provisória e temporária, do nosso Matadouro. Lembrou que a portaria 304 do Ministério da Agricultura que exige determinadas condições para o abate de animais para o consumo humano da carne é de abril de 1996. Destacando que desta data até hoje 16 anos já se passaram e três outros prefeitos estiveram à frente do município e jamais se preocuparam em resolver o problema. Orientou os abatedores que, assessorados pelo Departamento Jurídico da Prefeitura, procurassem sensibilizar o Magistrado sobre as os graves danos provocados por esta medida Judicial.

Informações: ASCOM PMI

1 resposta para “ITORORÓ: PREFEITO ADROALDO REUNIU-SE COM AÇOUGUEIROS NA NOITE DESTA SEGUNDA-FEIRA”

  • Roberto Lima says:

    Concordo que em 16 anos, já deveria existir um novo abatedouro dentro dos padrões exigidos, também concordo que os prefeitos anteriores foram negligentes, porém ocorreu no mandato atual e agora ficou ainda mais difícil de resolver a questão imediatamente (como se espera), pois não creio que a justiça julgará a favor desta categoria com o abatedouro nas condições atuais (mesmo que provisoriamente)… Para amenizar a situação, deve-se buscar outro meio (ainda que em abatedouros de municípios vizinhos) para que seja garantida a continuidade do abastecimento no município em quanto não se tem a solução definitiva (ou seja: um novo abatedouro equipado dentro das normas sanitárias).

Deixe seu comentário

saae
paulinho casa construcao

clinica bem estar

atacadao farma

pet love

mix core training


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia