WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


abril 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
escola de jiu jitsu

andressa fashion hair

rilker rodrigues

clube de campo gameleira

pro corpo academia

genilson reis fotografia

softsky informatica

carne de sol gomes


EDITORIAL: NO DESENROLAR DAS ELEIÇÕES DE ITORORÓ.

A medida que o tempo passa e as eleições municipais de Itororó aproximam-se, fica evidente o favoritismo do prefeito. E olha que não estou levando em conta os resultados,   aferidos recentemente por uma pesquisa de opinião pública que, há poucos dias,  chegou às minhas mãos. Por ela, a intenção de votos para o atual prefeito supera a de todos os outros pré-candidatos juntos.

Falo de mobilização política, de investimentos eleitorais, de manifestação espontânea da população local, cuja tendência eleitoral é bastante visível. Enquanto isso, desunida e sem poder de fogo, já que lhe faltam os meios e os  recursos necessários, a oposição municipal patina, mostra-se apática  e, completamente,  vencida por antecipação.

A cada dia ou semana que surge, um novo militante político ou cabo eleitoral chega ao grupo político do prefeito, em busca do espaço ou do reconhecimento que nunca chegou a ter do outro lado. De onde, migrou-se, não importa. O que, realmente, vale é que deixou as fileiras políticas das oposições, e veio juntar-se às  do prefeito que concorre à reeleição.

Outro dado que, igualmente, chama à atenção, é o jeito de fazer política entre os pré-candidatos a prefeito do município. Enquanto o prefeito aproveita  muito bem as oportunidades que o cargo lhe oferece, para mostrar criatividade e desembaraço, as oposições mostram-se confusas, indecisas e  sem imaginação ou, então, acabam fazendo trapalhadas, como aquela  que criou o  vídeo sobre o  Matadouro Municipal.

Esperto e inteligente, o prefeito investe forte na juventude local, porque sabe da sua capacidade de mobilização política e do peso que ela representa, na campanha eleitoral.  Ele faz isso através da Casa da Cultura Cabana da Ponte, espaço onde  o jovem  de Itororó tem  oportunidade de mostrar o seu talento e de  desenvolver a sua vocação artística. Faz, igualmente, por meio de estímulo e investimento no esporte, atividade que proporciona ao jovem a oportunidade de realizar-se, de manter-se longe das drogas  e de preservar a  sua  alta estima.

Agora, mesmo, no domingo passado,  a juventude itororoense, dirigida  pelos professores  Luciano Carvalho e Leo Prates, encheu-se de glória na cidade de Itabuna, ao vencer a 2º etapa do Campeonato Baiano de Jiu-Jitsu Esportivo 2012, conquistando 19 medalhas:  07 de ouro, 07 de prata e 05 de bronze.

Vejam o que disse o professor Luciano Carvalho, falando da importância dessa conquista e das pessoas que tornaram esse sonho possível:  “queremos agradecer em 1º lugar a Deus e aos parceiros nossos de cada dia que nos incentiva e nos dá apoio para realizarmos o sonho de viver  a cultura de paz que o esporte da arte suave do Jiu-Jitsu nos traz, em  cada treino. Obrigado ao nosso Rogério Marshal e ao prefeito Adroaldo Almeida que nos apoia e nos incentiva no desenvolvimento do esporte em nossa cidade e, também, ao nosso aluno e amigo Murilo Miranda na Academia Pro-Corpo.”

O prefeito também foi o primeiro gestor do município a convocar vários jovens para integrar a sua equipe de governo, mostrando acreditar, com esse gesto, na capacidade da juventude local e na possibilidade de realizar a renovação do atual quadro político  do município.

Enquanto isso, as oposições perdem o tempo em criticas às ações do prefeito, que só fazem promovê-lo, como o chamado “Encontro da Juventude”, realizado recentemente na vila de  Rio do Meio. Inutilmente, as oposições classificam esses atos como propaganda política antecipada e dizem que são  realizados com recursos  públicos.

Sem querer entrar no mérito da questão é bom que se diga que toda mobilização que promove a cultura e o desenvolvimento do jovem é saudável e bem vinda. A suspeita de que  possa servir de propaganda política não é motivo suficiente para impedir-lhe a  realização, até, porque ela pode proporcionar  ao jovem não só o despertar de sua consciência política, como, também, o de sua vocação de homem público.

Se, a cada dia, as chances de reeleição do prefeito crescem a olhos vistos,  a mesma possibilidade para as oposições mingua cada vez mais. Na verdade, a disputa eleitoral que deverá ocorrer este ano no município, não será  entre duas forças políticas concentradas e antagônicas, o que reduziria bastante a possibilidade  de aparecer  um favorito. A disputa acontecerá entre diversos candidatos a prefeito  que, mesmo não vencendo o pleito,  vêm nele a  oportunidade de promover o   seu nome para a próxima eleição. Afinal, muitos prefeitos de Itororó foram eleitos após  duas ou mais tentativas, como Agostinho Costa Santos, Gilton Alves, Marco Brito e o atual prefeito, Adroaldo Almeida.

Por isso, nenhum candidato a prefeito vai facilitar a vitória do outro. Primeiro, porque, para sair vencedor, precisa derrotar o oponente. Depois, porque, para adquirir o respeito público e fixar seu nome na memória do povo, como político sério, precisa mostrar à população local que, de fato, deseja ser prefeito do município e está disposto a lutar por isso.

Texto: Djalma Figueiredo

 

4 respostas para “EDITORIAL: NO DESENROLAR DAS ELEIÇÕES DE ITORORÓ.”

Deixe seu comentário

saae
paulinho casa construcao

clinica bem estar

atacadao farma

pet love

mix core training


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia