21out2015---marilene-francisco-55-afirma-que-um-corte-no-beneficio-seria-uma-tragedia-para-o-municipio-de-coqueiro-seco-al-1445470802973_956x500

Caso a proposta de reduzir em R$ 10 bilhões os recursos do Bolsa Família seja aprovada, a Bahia será o estado com maior corte de verba, em números absolutos. Dados divulgados nesta sexta-feira (11) pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) mostram que o estado perderia aproximadamente R$ 1,3 bilhão anualmente.

Proporcionalmente, o corte atingiria 38,4% dos beneficiários do programa na Bahia. O estado com a maior porcentagem de pessoas que sairiam do Bolsa Família seria o Paraná: 75,2%. Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) afirmou que é contra o corte proposto pelo deputado Ricardo Barros (PP-PR). “O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) reitera ser impossível cortar parcela da dotação do Bolsa Família no Orçamento de 2016 sem provocar um gravíssimo retrocesso social no país, com impacto inclusive nos indicadores de saúde e educação”, diz o texto.

sbc61lH

Ainda segundo a nota, 23 milhões de pessoas seriam retiradas do programa, das quais 11 milhões são crianças e adolescentes de até 18 anos de idade. “Esse corte colocaria em risco conquistas como a superação da extrema pobreza, aumento da frequência escolar e redução da mortalidade infantil”, completa. Bahia Notícias.