WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenacentral das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar

Sorry, there are no polls available at the moment.
setembro 2019
S T Q Q S S D
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
carne de sol gomes mercadinho

allyf calcados

pizzaria garoto senna

pet shop miau au au

mercadinho delta

V&JC instalacoes eletricas

leo gas

farmacia dias

alianca variedades

casa de carnes alianca

lava rapido pit stop

softsky informatica

tecnet

guri polpas

academia pro corpo

hn informatica

EDITORIAL: PARA O ITOROROENSE, A SUA CARNE-DE-SOL É SAGRADA.

Li a entrevista do empresário Marcos Ribeiro Costa ao jornal Dimensão,   edição de 17 de março, falando sobre as razões que levaram o Frigorífico Sudoeste, de que é um dos proprietários, recentemente inaugurado na cidade de Itapetinga, a encerrar as suas atividades.

O ilustre entrevistado atribuiu a suspensão da prestação de  serviços de sua  empresa  à falta de adesão  do segmento regional, voltado para o abate bovino, ao serviço legalizado, optando, assim, por continuar  trabalhando na clandestinidade. E, aí, não faltou acusações aos órgãos fiscalizadores  do setor, como  Vigilância Sanitária e  Abad e, igualmente, às  autoridades municipais e estaduais, como  prefeitos das cidades próximas e o Ministério Público Estadual,  todos, segundo ele, comprometidos com a aplicação da Portaria 304 do Ministério da Agricultura que proíbe   o abate clandestino de animais.

O Frigorífico Sudoeste foi idealizado e construído dentro da expectativa de vir a acontecer  a repressão oficial à matança clandestina de bovinos, na micro região e, ainda,  de poder prestar seus serviços especializados a todos os municípios. Mas, uma coisa e outra acabaram não acontecendo, pelo menos,  na proporção desejada pelos empresários, o que acabou inviabilizando economicamente a atividade do frigorífico.

Ao município de Itororó, onde o entrevistado fala da existência de um acordo de cavaleiros, as queixas foram maiores, pois, daí, não  foi enviada, se quer, uma rês para o abate, durante os cinco meses em que o frigorifico esteve operando.

:: LEIA MAIS »

MANUAL DE CALOUROS DITA ‘OBRIGAÇÃO SEXUAL’ DE ALUNAS DA UFPR

Um “manual de sobrevivência” distribuído a calouros do curso de direito da UFPR (Universidade Federal do Paraná) causou indignação de alunos. O livreto de oito páginas afirma que mulher “tem a obrigação de dar” e que não pode ser parcelado.

A informação é da reportagem de Jean-Philip Struck publicada na edição desta quinta-feira da Folha. O material afirma ainda que se uma garota disser “vamos com calma”, o aluno deve dizer “não pode o devedor obrigar o credor a receber parte em uma prestação e parte em outra”, segundo um trecho do artigo 252. E conclui: “Ela vai ter que dar tudo de uma vez”.

O livro foi produzido pelo PDU (Partido Democrático Universitário), grupo que até 2011 comandava o centro acadêmico local, e começou a ser distribuído neste mês. O estudante de direito André Arnt Ramos, presidente do PDU, disse à Folha, por e-mail, que o manual era uma “piada” e que não tinham a intenção de ofender ninguém”. “Peço desculpas se isso aconteceu”, disse Ramos.

“Não sabíamos que a coisa ia tomar essa proporção”. Mas, segundo ele, é “ridículo” afirmar que eles incentivam o estupro.

A reportagem não conseguiu localizar os diretores da faculdade para comentar o caso. Informações A Folha.

ITORORÓ: INAUGUROU! O FEIRÃO DOS MÓVEIS INAUGUROU

Equipe Feirão do Móveis - Foto: Keile Araújo

A 10ª loja da rede Feirão dos Móveis foi inaugurada em Itororó na manhã desta quinta-feira, 29.

Foto: Keile Araújo

A rede de lojas Feirão dos Móveis oferece preços e condições de pagamentos incríveis para essa semana de inauguração. Uma aglomeração de pessoas esperava do lado de fora da loja e o empurra-empurra foi inevitável.

Informações do Blog Itororó Já

Confira mais fotos clicando abaixo

:: LEIA MAIS »

ITORORÓ: PREFEITO ADROALDO REUNE-SE COM AÇOUGUEIROS PARA DEBATEREM SOBRE SITUAÇÃO DO MATADOURO MUNICIPAL

Foto: Rubinho Cordeiro

O prefeito Adroaldo Almeida (PT) reuniu-se na manhã desta quinta-feira, 29, na Prefeitura Municipal de Itororó com os açougueiros que transportam a carne de sol de Itororó para a região sul do estado, buscando encontrar soluções para a situação atual do matadouro municipal. Recentemente foi divulgado na internet através do Youtube, um vídeo mostrando o abate de gado na terra da carne do sol. Segundo alguns açougueiros e magarefes locais o vídeo mostra de forma deturpada o abate, já que alguns exageros foram mostrados no vídeo. A situação do matadouro de Itororó é um problema que persiste há décadas e acabou sendo usado como picuinha política na cidade.

Um açogueiro que não se identificar afirmou revoltado: “Um grupo político fez o vídeo com a intenção de prejudicar o prefeito Adroaldo e acabou atingindo muitas famílias de açougueiros e magarefes que dependem da renda local para sustentar suas famílias”.

Foto: Rubinho Cordeiro

Foto: Rubinho Cordeiro

Após o vídeo ser postado e ter tomando uma proporção desagradável para a cidade, o prefeito Adroaldo recebeu diversas ligações para falar sobre a apreensão da carne de sol de Itororó em postos de toda a Bahia e resolveu as questões na medida em que foram aparecendo.

O promotor de Itororó Dr. Dário José Kist pediu junto a ADAB um relatório detalhado dos acontecidos no matadouro municipal, por isso, o prefeito Adroaldo dirigiu-se a ADAB de Vitória da Conquista e em conversa com Paulo Emílio, chefe regional da ADAB, ficou definido que todo o relatório será feito dentro das legalidades necessárias.

Além do prefeito Adroaldo Almeida (PT), participou também da reunião o diretor de tributação do município Sérgio Rocha, Branco Castro coordenador do matadouro e da feira livre e açougueiros locais.

Informações Blog Itororó Já

ROSEMBERG LAMENTA USO POLÍTICO DE IMAGENS DE ABATE CLANDESTINO EM ITORORÓ

Do plenário da Assembléia Legislativa, o deputado Rosemberg Pinto (PT) lamentou nesta quarta-feira (28) o uso político que está sendo feito de um vídeo veiculado no You Tube que mostra uma cena de abate clandestino de gado, na cidade de Itororó e que está gerando prejuízos para os produtores da cidade. Conhecida pela qualidade da carne de sol, preparada de forma artesanal, a cidade tem na atividade uma das suas principais fontes de renda. Com a divulgação das imagens, que o parlamentar acredita terem sido flagradas em uma situação “pontual”, houve um grande prejuízo à imagem do município e aos criadores e comerciantes.

Natural da cidade, Rosemberg afirma conhecer de perto a produção da carne bovina em Itororó e reclama da utilização das imagens como forma de prejudicar o comércio e política local. Após a divulgação, mais de 10 mil kg de carne já foram apreendidos pelos órgãos de fiscalização e incinerados, trazendo sérios problemas a pequenos produtores.

“A filmagem foi feita de uma situação que não acontece regularmente na cidade e está sendo utilizada numa disputa comercial e política. Os prejudicados são os produtores e comerciantes que tiram da atividade seu sustento”, argumenta o deputado.

Para ele, a Adab faz o papel de vigilância de forma séria, mas foi despertada a partir de uma cena incomum. “O abate clandestino é um problema de saúde pública e deve ser devidamente fiscalizado. O momento não é de ‘caça às bruxas’ e sim de discussão entre prefeitura, produtores e Adab para chegar a uma solução que não prejudique a população e o comércio de Itororó”, refletiu.

Assessoria de Imprensa do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT)

AGORA EM ITORORÓ – FEIRÃO DOS MOVEIS

‘MACONHAZINHA’ E FLEXÕES NA PARALELA, GÊMEOS ‘ALOPRADOS’ FICARÃO NA DELEGACIA À ESPERA DOS PAIS


Após serem flagrados pela polícia enquanto faziam flexões em plena Avenida Paralela, os gêmeos Diego e Diogo Moraes Bezerra, de 27 anos, acabaram na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) e atraíram os holofotes com uma história para lá de esquisita. Os irmãos saíram de Mossoró, no Rio Grande do Norte, na noite do domingo (25), com o carro do pai, R$ 6 mil em espécie e o objetivo de chegar a Brasília para “propor um projeto de lei sobre a legalização da bichinha”.  “A cannabis. A gente usa maconha desde os 21 anos”, explicou Diogo. Durante a viagem, ele e o irmão – que tocam guitarra, baixo e bateria em uma banda de rock chamada Leões de Minerva – contaram ter visto “placas estranhas” com seus nomes. “Na verdade, eles estão aloprados. Tudo indica que por uso de drogas. […] Vamos fazer um termo circunstanciado, uma ocorrência mais detalhada, já que eles não cometeram nenhum delito grave”, afirmou o delegado Nilton Borba, que encontrou uma quantidade de maconha no carro dos gêmeos. A dupla, que ficará na delegacia à espera dos pais, alegou não ter cometido nenhum crime. “Somos duas pessoas santas. Só fazemos trabalhar, fumar nossa maconhazinha e comer e dormir bem”, resumiu Diogo. Com informações do jornal Correio.

EXAMES REVELAM QUE TUMOR DE LULA DESAPARECEU

Exames realizados nesta quarta-feira (28) apontaram que o tumor na laringe do ex-presidente Lula desapareceu. A ressonância magnética e os diagnósticos detalhados na garganta revelaram que não há mais resquícios do câncer, diagnosticado em outubro do ano passado. Desde então, o ex-presidente foi submetido a três ciclos de quimioterapia e 33 sessões de radioterapia. O tratamento foi finalizado no dia 17 de fevereiro. Os médicos evitaram classificar o diagnóstico desta quarta como uma cura, o que só poderá ser confirmado em cinco anos. Outros exames serão realizados ao final deste período para verificar se Lula foi, de fato, curado. Segundo a Folha, o petista já telefonou para a presidente Dilma Rousseff, que está na Índia, para contar a novidade. Ele também ligou para o presidente da Câmara, Marco Maia (PT), e pediu que o deputado informasse o resultado dos exames aos líderes partidários. Nesta terça, Lula foi visitado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, por seu adversário político Fernando Henrique Cardoso (PSDB), seu antecessor na Presidência da República. Bahia Notícias.

ITORORÓ: DIA 13 DE ABRIL TEM JUÁ DA BAHIA LANÇANDO SEU NOVO CD E ERIKA BELKISS E HERNANI

LEI ANTIBAIXARIA É APROVADA NA ASSEMBLEIA

Em meio a opiniões controversas sobre o gênero feminino, possíveis censuras e polêmicas referentes à aplicabilidade da lei, a Assembleia Legislativa aprovou ontem, por 39 votos a 9, o projeto conhecido como antibaixaria, que proíbe o uso de recursos públicos para contratação de artistas que em suas músicas ou danças incentivem a violência ou exponham as mulheres ao constrangimento.

O plenário ganhou decoração “sugestiva”, na cor lilás, para referenciar a luta em favor da mulher, e na estratégia de convencimento, as deputadas se mobilizaram com discursos e adesivos. A galeria ficou lotada de feministas, compositores e admiradores da proposta, apresentada pela deputada Luiza Maia (PT). O projeto recebeu emendas do relator João Bonfim (PDT), baseadas em solicitações feitas pelos movimentos sociais e do líder da bancada de oposição, Paulo Azi (DEM).

Alguns parlamentares criticaram a tendência de censura da matéria e outros chegaram a classificar o texto como inconstitucional. No final, venceu a tese defendida pela autora da lei de vedar qualquer financiamento via recurso público de músicas que “atentem contra a dignidade da mulher”.
“Se o governo tem uma política de combate à violência, fez o Plano Estadual de Políticas para as Mulheres, temos ainda a Lei Maria da Penha, esse mesmo governo vai financiar quem está na contramão desse respeito?”, questionou Luiza Maia antes de a votação ser iniciada. O líder do governo, Zé Neto (PT), disse que a matéria avançou do ponto de vista da discussão da constitucionalidade.

“Nós estamos dando um passo decisivo na vida do Estado do ponto de vista do debate que está sendo realizado e que avançou e propagou ideias que vão fazer parte do elenco de normas a contornar e tornear o dia a dia desse estado”, frisou. O deputado Cacá Leão (PP) disse ser a favor do mérito da matéria, mas sua preocupação era se o Legislativo seria o campo ideal para tal decisão. Já os deputados Bruno Reis (PRP) e Elmar Nascimento (PR) frisaram que a matéria fere o direito à livre expressão assegurado na Constituição.

Em clima de comemoração, Luiza anunciou que enviará um kit antibaixaria para os 417 prefeitos e presidentes de Câmara do estado. O “pacote” é composto por um “modelo municipal” do projeto antibaixaria, cópias da lei e de outras políticas voltadas à classe feminina. Informações Tribuna da Bahia.

shekinah pousada restaurante

danny disk gelada

unicesumar

plena saude

paulinho construcao

sam fitness

educandario ferraz

charmes esportes

tropical modas

supermercados compre aqui

jamille lanches

associacao seguranca guardioes

leophoto


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia