.

.

Após ter encontrado coronavírus em frangos importados do Brasil no mês de agosto e não ter sido esclarecido nem mostrado a contraprova às autoridades brasileiras, a China volta a afirmar que outro lote foi enviado ao país com resíduos do vírus, desta vez com a carne bovina.

Uma inspeção foi feita no Porto de Dalian, na China, e autoridades chinesas detectaram vestígios de coronavírus na embalagem.

A carne saiu do frigorífico Minerva, da cidade de Barretos (SP), um dos maiores do país, ficando atrás da JBS e Marfrig. O comunicado já foi enviado à embaixada do Brasil em Pequim.