WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farma e farma - central das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar


novembro 2020
S T Q Q S S D
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
floema

pizzaria garoto senna

pro corpo academia

andressa fashion hair

mercadinho delta

drogaria saude farma

leo gas

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

tecnet

guri polpas

hn informatica
Sorry, there are no polls available at the moment.


:: ‘Política’

Bandeira do Colônia: Distrito terá dois representantes na Câmara de Vereadores de Itapetinga

.

.

O distrito de Bandeira do Colônia – Itapetinga, se destacou no cenário político do município ao conseguir eleger 2 vereadores no último domingo, 15.

O candidato Helder do PSC não negou a intenção, obteve uma expressiva votação e saiu do distrito eleito com 917 votos. Helder totalizou 984 votos.

A surpresa foi a eleição do candidato Gegê, morador do distrito de Bandeira e funcionário público municipal. Gegê do PSB obteve 283 votos válidos e sua Coligação partidária lhe rendeu uma cadeira no legislativo municipal.

A população comemorou!

Informacões do Blog Itororó Já

Itororó: Esbanjando carisma e honestidade, Paulo Rios e Marcília seguem firmes na liderança para ganhar eleições 2020

.

.

A Campanha para as eleições 2020 teve algumas mudanças devido às medidas de isolamento e distanciamento social provocadas pela pandemia. No entanto, apesar dos limites de participação em eventos, foi difícil manter em casa uma população que queria lutar pela continuidade do respeito, da justiça e da responsabilidade na administração publica municipal. A cada caminhada, a cada visita, o povo só confirma o que as pesquisas já apontaram: ITORORÓ ESCOLHEU PAULO RIOS PARA PREFEITO DE NOSSA CIDADE.

.

.

Ao lado de Marcília, candidata a vice-prefeita, Paulo Rios tem visitado, sem nenhum receio de rejeição, os bairros da sede e dos distritos, além da zona rural:

“O povo já entendeu que a politica de venda de votos não pode voltar na história de Itororó. Ninguém quer ser mais enganado: quem tem serviço prestado como a gente. pode bater na porta do eleitor, por isso estamos sendo bem recebidos por um povo que reconhece que Itororó mudou pra melhor nestes últimos 04 anos e continuará mudando, no caminho certo, comigo e com Marcilia,” diz Paulo Rios.

A bem sucedida gestão de Dr Adauto certamente fará um sucessor que pensa como ele quando o assunto é administração pública.  Espera-se que a vitória de Paulo Rios e Marcília ultrapasse os 60% dos votos válidos. Ao trazer novamente velhos conhecidos de uma política e de uma administração que marcou negativamente o passado de Itororó, o candidato da oposição afastou muito de seus eleitores e aumentou mais ainda as chances de Paulo Rios e Marcília venceram estas eleições:

.

.

“Já tivemos uma experiência onde houve um casamento político que uniu dois grupos, antes rivais, pela posse do poder. O resultado foi desastroso, ninguém sabia quem mandava, prefeito e vice não compareciam na prefeitura; quem pagou o pato foi o servidor público, os fornecedores com meses de atrasos em seus vencimentos e toda população sofreu com atendimento precário na saúde, no desenvolvimento e social e na educação. Não queremos mais saber desses acordos. Eu quero a continuidade do governo sério e presente de Adauto. Por isso voto em Paulo Rios e Marcília. Onze!!”  Este foi um depoimento de uma eleitora que é funcionária pública e lembrou dos tempos difíceis que passava na porta da Prefeitura junto com dezenas de colegas querendo saber se iam ou não receber seu pagamento.

É por estas e outras tantas histórias que o servidor, o comerciante, o feirante, o funcionário público e privado, os aposentados, enfim a maioria absoluta da população de Itororó reconhece que PAULO RIOS E MARCÍLIA COSTA é o melhor pra Itororó.

SEXTOU 11: A JUVENTUDE PRESENTE NA CAMPANHA DO 11

.

.

PAULO RIOS não é o candidato mais jovem que concorre às eleições, mas certamente ele é O CANDIDATO DOS JOVENS PARA PREFEITO DE ITORORÓ. A prova disso é o “SEXTOU 11“, evento de mobilização que reúne jovens no fim da tarde das sextas-feiras para uma social, onde rola panfletagem e uma conversa agradável. De um pequeno grupo da primeira reunião, no bairro da URBIS, o movimento cresceu ao ponto de realizar a maior caminhada desta campanha e hoje está presente nos distritos de Rios do Meio e Itati:

.

.

“A juventude optou pela experiência e maturidade de Paulo Rios e Marcília que já comprovaram, na gestão de Adauto, que podem administrar a nossa cidade.” Juventude 11- Itororó.

“Somos jovens e fazemos uma campanha séria sem oba-oba, mas com muita alegria, pois, conhecemos as propostas do nosso candidato.” Juventude 11- Rio do Meio.

“Queremos dizer não ao retrocesso e sim a Paulo Rios e Marcília. Apostamos naqueles que podem administrar mesmo em situações adversas. Nós apoiamos a competência. Apoiamos Paulo Rios e Marcília Costa. Agora é 11.” Juventude 11 – Itati.

É a juventude 11 fazendo a diferença na campanha de Paulo Rios e Marcília costa.

.

.

.

.

Ressalta-se a importância em falar sobre a força da Mulher no atual cenário político nacional e em Itororó não seria diferente. Um grupo de mulheres se reúne em prol da campanha de Paulo Rios e Marcília, discutindo política, gestão e administração. O Grupo Mulheres do 11 deu o ponta pé inicial a campanha de Paulo e Marcília em 2020.

Há muito ainda o que fazer pela população de Itororó-BA, mas Paulo Rios e Marcília Costa certamente encontrarão uma Prefeitura mais organizada e com menos problemas como a que foi recebida pelo atual prefeito, Dr. Adauto Almeida, mas o melhor disso tudo é que Itororó continuará no caminho certo.

Itororó: Juiz proíbe realização de caminhadas e eventos com aglomerações políticas

.

.

O Juiz Eleitoral da Comarca de Itororó, Dr. Rojas Sanches Junqueira, emitiu decisão judicial a qual proíbe a realização de eventos com aglomerações e caminhadas políticas em Itororó e nos distritos de Rio do Meio e Itati. O Juiz atende um pedido feito pelo Ministério Público.

O juiz ainda indica aplicação de multa de R$ 100.000,00 cem mil reais em caso de descumprimento da decisão por parte de qualquer coligação partidária que disputa o pleito eleitoral municipal do próximo dia 15 de novembro.

Para o caso das realizações das carreatas, a decisão impõe restrições: Manter os veículos com as janelas abertas, permitindo a circulação do ar, bem como disponibilizar álcool em gel a 70%, por passageiro;

Evitar compartilhamento de objetos, a exemplo de microfones, celulares, canetas, entre outros;

Realizar a desinfectação do veículo antes e após seu uso, com soluções sanitizantes, de acordo com as orientações do fabricante; Não distribuir panfletos, folhetos, adesivos, entre outros.

As medidas visam evitar o aumento de casos do Coronavírus no município.

Informacões do Blog Itororó Já

Em privatização do SUS, governo federal busca ‘modelos de negócios’ para unidades básicas

.

.

Tidas como porta de entrada do SUS, unidades básicas de saúde entraram na mira de um programa de concessões e privatizações do governo, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Um decreto que inclui a política de atenção primária em saúde dentro do escopo de interesse do programa foi publicado nesta terça (27) no Diário Oficial da União.

A medida gerou reação de especialistas e entidades em saúde, que temem uma “privatização” na área, hoje um dos pilares do atendimento no sistema público.

O decreto é assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Na prática, o texto prevê que sejam feitos estudos “de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de unidades básicas de saúde”.

A ideia do governo é estruturar projetos-piloto para esse tipo de parceria. A seleção ficaria a cargo da Secretaria Especial do PPI no Ministério da Economia –no decreto, não há menção ao Ministério da Saúde.

A reportagem questionou se a pasta havia sido comunicada da iniciativa, mas não recebeu resposta até então.

Segundo o PPI, o principal ponto do projeto é “encontrar soluções para a quantidade significativa de unidades básicas de saúde inconclusas ou que não estão em operação no país”. Questionado sobre qual seria a contrapartida ao setor privado, o programa disse apenas que a medida está em análise de possíveis “modelos de negócios”

“Importante destacar que caberá ao PPI coordenar os esforços em busca da construção de modelos de negócios, mas a condução da política pública será realizada pelo Ministério da Saúde. Não se trata de delegar ao privado as funções de Estado, mas de aprimorar a prestação de serviços”, informa.

O órgão diz ainda que trabalhará com o Ministério da Saúde e ao BNDES na definição de diretrizes para elaboração dos projetos, para, em seguida, selecionar municípios e consórcios “que tenham interesse nessas parcerias”.

“Sabemos do desafio de levar mais infraestrutura e serviços de qualidade a diversos municípios do Brasil e acreditamos que o modelo de PPPs será chave para alcançarmos os resultados que a população tanto merece”, afirmou, também em nota, a secretária especial do PPI, Martha Seillier.

Ainda não há estimativa de quantas unidades podem ser incluídas nessas parcerias. Atualmente, o país tem 44 mil unidades básicas de saúde. A reportagem questionou quantas outras estão fechadas ou não tiveram obras concluídas, mas não teve resposta até o momento.

A possibilidade de abrir espaço para o setor privado na construção e funcionamento destes postos, no entanto, tem gerado reação de especialistas e entidades na área da saúde.

Em vídeo divulgado nesta terça, o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Fernando Pigatto, disse ver na medida uma privatização dos postos de saúde. Segundo ele, o conselho realiza uma análise de eventuais medidas legais diante do caso.

Para Gulnar Azevedo, presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), a situação é “preocupante”.

“Embora coloque como estudo-piloto, as coisas começam assim. Isso é a porta aberta para a desconstrução do SUS. Não se sabe se vão respeitar as condições do sistema”, afirma ela, que questiona a falta de consulta, pelo governo, a entidades de saúde sobre a proposta.

Avaliação semelhante sobre os riscos da medida é apontada por Ricardo Heinzelmann, da SBMFC (Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade), que reúne médicos que atuam na atenção básica.

Para ele, a situação ameaça políticas nacionais que ocorreram pela atenção básica –caso da Saúde da Família, que ajudou a reduzir indicadores de doenças crônicas e mortes no país. “Qual seria o interesse do setor privado para atuar nesse nicho do mercado?”, questiona.

“Há risco de se perder ações importantes da saúde da família, como a abordagem comunitária. Falamos de uma população vulnerável”, completa.

Heinzelmann vê uma diferença na proposta em relação ao modelo das OSS (organizações sociais de saúde), que funcionam em parte do país.

“As OSs não constroem, enquanto a PPP vai além nisso: ele poderia construir e ser como um proprietário daquele serviço. Há um avanço maior no campo da privatização quando falamos nessa lógica”, diz.

Questionado sobre os riscos apontados pelos especialistas, o Ministério da Saúde não respondeu.

 

Itororó: Após cirurgias oftalmológicas realizadas pela FHMI e FGS, pacientes passam por revisão

.

.

Nesta terça-feira, 27, foi dia da equipe médica oftalmológica que está atuando na Fundação Hospital e Maternidade de Itororó, realizar a revisão nos 300 pacientes que passaram por procedimentos cirúrgicos no ultimo final de semana.

.

.

Os procedimentos ocorreram através de uma parceira entre a FGS, mantenedora da Fundação Hospital e Maternidade de Itororó e o Governo do Estado da Bahia que beneficiou pacientes que precisavam de cirurgias de catarata, pterígio e capsulotomia.

.

.

O pacientes que foram atendidos são de Itororó, Poções, Firmino Alves, Floresta Azul, Anagé, Ibicuí, Itapetinga e Maiquinique. Todo o atendimento clínico, de exames e as cirurgias são oferecidos 100% pelo SUS.

Após a reabertura do ambulatório, a Fundação atualmente oferece serviços de ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia, ecocardiograma, eletrocardiograma e até janeiro de 2021 mais 9 serviços serão ofertados para a população.

.

.

Durante os 4 dias os eventos ocorreram respeitando as normas de segurança, estabelecidas pela Vigilância Epidemiológica, sempre no combate ao COVID 19.

A diretoria da FGS agradece a parceria entre a entidade, a prefeitura municipal de Itororó, através da secretaria de saúde, o Governo do Estado da Bahia e o Consórcio Público Interfederativo de Saúde Sul. Novos procedimentos e cirurgias ocorrerão na entidade a partir de janeiro e com outras especialidades médicas. 

Informacões do Blog Itororó Já

Itororó: Paulo e Marcilia lotam distrito de Itati em caminhada

.

.

Os candidatos Paulo Rios e Marcilia Costa lotaram o distrito de Itati na noite do último sábado, 24, em um movimento em prol da campanha eleitoral ao município da Coligação “Itororó no Caminho Certo”.

 

.

.

.

.

A população do distrito recebeu os candidatos com bastante interação e carinho, reforçando o desejo de dar continuidade a uma gestão eficiente a frente da prefeitura municipal.

.

.

Nas enquetes não oficiais de intenção de voto nas redes sociais, Paulo Rios e Marcilia Costa lideram a disputa pela gestão da prefeitura municipal para os próximos 4 anos de mandato.

 .

.

.

.

Informacões do Blog Itororó Já

Itororó: Caminhada do 11 de Paulo Rios e Marcilia Costa marcou noite de sábado

.

.

Uma caminhada realizada pelos eleitores do grupo do 11 movimentou a noite de sábado, 17, em Itororó.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Apoiadores da campanha de Paulo Rios e Marcilia Costa saíram em caminhada da Rua 1° de maio, no bairro Aparecida sentido a Praça Coronel João Borges no Centro da cidade. 

.

. Se

Milhares de pessoas participaram do evento que marcou e carimbou o favoritismo do candidato a prefeito Paulo Rios e da vice Marcilia Costa nas próximas eleições municipais de Itororó.

Informacões do Blog Itororó Já

Itororó: FGS e FHMI distribuem cestas básicas e brinquedos em comemoração ao Dia das Crianças

 

.

.

O Dia das Crianças foi comemorado em grande estilo pela FGS (Fundação Gonçalves e Sampaio) e a FHMI (Fundação Hospital e Maternidade de Itororó) com a distribuição de brinquedos, lanches e cestas básicas para crianças e familiares de Itororó, Rio do Meio e Itati.

.

.

.

.

.

.

O evento aconteceu nesta sexta feira, 16, e contou com a organização da administradora do hospital de Itororó, Carine Rezende e de voluntários participando da distribuição.

.

.

.

.

Após ter assumido a direção e administração do Hospital e Maternidade de Itororó, a Fundação Gonçalves e Sampaio tem implantado atividades sociais junto a comunidade Itororoense.

Informacões do Blog Itororó Já

Firmino Alves: TSE julgou indeferido o pedido de candidatura de Padre Aguinaldo

.

.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgou indeferido o pedido de candidatura de José Aguinaldo dos Santos, popularmente conhecido como Padre Aguinaldo (PDT),  para disputa eleitoral da prefeitura de Firmino Alves, no sul da Bahia.

Candidato de oposição, Padre Aguinaldo vinha travando uma batalha judicial na tentativa de ter aprovado seu pedido de candidatura.

Sem um outro nome para lançar como candidato, a oposição de Firmino Alves fica ainda mais difícil de vencer o candidato Samuel Pereira, bem avaliado pelo prefeito Lero Cunha.

Informações do Blog Itororó Já

Itapetinga: TCM rejeita contas do prefeito Rodrigo Hagge

.

.

As contas do prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge Costa, referentes ao exercício de 2018, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. O processo foi julgado nesta quarta-feira (14/10) e apresentou como principal irregularidade a extrapolação do limite máximo para despesa com pessoal. O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, multou o gestor em R$64.800,00, que corresponde a 30% dos seus subsídios anuais, pela não recondução dessas despesas ao limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. O prefeito também foi multado em R$7 mil pelas falhas identificadas no relatório técnico.

No exercício, os gastos com pessoal alcançaram o montante de R$91.319.393,99, que corresponde a 63,52% da receita corrente líquida do município, superando em muito o limite máximo de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. O conselheiro Raimundo Moreira acompanhou o voto do relator pela rejeição, mas se manifestou pela aplicação da Instrução TCM nº 03, que reduz esse percentual para 60,86% quando excluídos os gastos com os programas federais. A manifestação foi seguida pelos conselheiros José Alfredo Dias, Alex Aleluia e Cláudio Ventin. O conselheiro Fernando Vita seguiu o relator pela não aplicação da instrução.

O relatório técnico registrou, ainda, reincidência na omissão da cobrança da dívida ativa; reincidência na existência de déficit orçamentário; não disponibilização do acesso às informações referentes às receitas e despesas do município no Portal de Transparência da Prefeitura; omissão na cobrança de nove multas (R$209.520,00) e nove ressarcimentos (R$492.625,27) imputados a agentes políticos do município; falhas em contratos administrativos e na instrução de processos de pagamento; e apresentação de 18 processos licitatórios e de inexigibilidade e dispensa de licitação após o prazo regimental.

O município apresentou uma receita arrecadada no montante de R$146.657.451,09 enquanto as despesas empenhadas corresponderam a R$147.855.927,48, revelando déficit orçamentário da ordem de R$1.198.476,39.

Cabe recurso da decisão.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia