WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenacentral das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar


ITORORÓ: ELEITOR - QUAL SERIA O MELHOR HORÁRIO PARA A SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?

View Results

Carregando ... Carregando ...
abril 2019
S T Q Q S S D
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
casa de carnes novilho de ouro

pizzaria garoto senna

leo gas

acougue gomes

farmacia dias

lava rapido pit stop

tecnet

guri polpas

academia pro corpo

alianca cosmeticos variedades

hn informatica


:: ‘Itororó’

Luto em Itororó: Bebê de 1 ano morre no HCR em Itapetinga

.

.

Com extremo pesar que o Blog Itororó Já informa sobre o falecimento precoce da bebê Ketlly de Santos Souza de 1 ano e 2 meses, vitima de pneumonia.

Muita abalada, Jaylana de 17 anos, mãe de Ketlly afirmou que há duas semanas a pequena apresentou uma gripe forte e chegou a ser levada ao Hospital e Maternidade de Itororó onde foi medicada e enviada para casa algumas vezes. Apenas nesta terça-feira, 12, Ketlly foi levada para ser atendida no Hospital Cristo Redentor em Itapetinga e foi diagnosticada com uma pneumonia bem avançada. A garota ficou internada, precisou de atendimento na sala de choque e aguardando a regulação para transferência, mas, acabou vindo a óbito na tarde desta quarta-feira, 13.

O velório de Ketlly será na Pax Vida Plena e o enterro será nesta quinta-feira, 14, ás 10h no Cemitério Local de Itororó.

Informações do Blog Itororó Já

Itororó: A Infinity Produções promove evento neste sábado do Space Sandy Drink’s

.

.

A Infinity produções, eventos e Cia traz a segunda edição de sua festa na cidade de Itororó, dessa vez algo novo e diferente como já é tradição da produtora.

Uma Pool Party, uma festa típica de piscina, onde o objetivo é que o público se sinta o mais a vontade possível. Nessa festa acontecerá um desfile de biquíni com premiação para a campeã, terá ICE free, e terão as apresentações de 2 Dj’s: Dj DAVID’ABREU ( um dos produtores da Infinity ) e Dj Vini ( Vinicius Vasconcelos ). A festa acontecerá no Space Sandy Drink’s a partir das 22h deste sábado 16 de março.

Itororó: CETEP vai realizar Plantio Global neste domingo dia 17. 100 árvores serão plantadas

.

.

O Projeto Plantio Global é uma ação apartidária, colaborativa e comunitária que visa promover o Plantio de Árvores Nativas na Cidade de Itororó, acontecerá nesse próximo Domingo, dia 17 de Março, a partir das 8h30, com saída da Praça Castro Alves (Jardim). A ação é realizada por meio do CETEP – Centro Territorial de Educação Profissional do Médio Sudoeste da Bahia, através do Cursos Técnicos do Eixo de Recursos Naturais, em Parceria com Secretaria de Agricultura do Município de Itororó. Essa é a primeira vez que a nossa Cidade participa desse evento mundial, sendo este uma ação que reúne grupos de cidades do Brasil e do mundo, que realizam plantios arbóreos em área urbana com a intenção de produzir um efeito transformador para resgatar e valorizar os elementos da vegetação nativa que amplie a conscientização e as boas práticas ambientais. Esta ação também pretende inspirar a criação de novos grupos para ampliação da troca de experiências e de conhecimento, aquecendo a discussão sobre o tema, e contribuindo com a experimentação e o aprimoramento de políticas públicas para o setor.

Os voluntários irão plantar 100 Árvores de Espécies Nativas (árvores, arbustos e forrações atrativas aos polinizadores). Um dos objetivos é conscientizar a população sobre a importância da manutenção do Equilíbrio Ambiental, com foco na polinização por insetos e avifauna também.

Os plantios são realizados com a maior diversidade possível de espécies nativas de ocorrência regional que tenham a capacidade de oferecer serviços ambientais em harmonia com a estrutura urbana existente. Neste processo são observadas as técnicas ecológicas e botânicas locais, envolvendo a parceria de diversos grupos: Sociedade Civil, Organizações Privadas e Poder Público.

De carona com o plantio, abordam-se também temas relacionados à qualidade do solo, à quantidade de áreas permeáveis, à recarga hídrica do lençol freático, à conectividade da vegetação na paisagem para criação de corredores que favoreçam o trânsito da fauna, à qualidade do ar e a função da vegetação no sequestro de carbono, à redução das ilhas de calor urbano em função da vegetação, dentre outros tantos que chegam até aos aspectos de saúde e de bem-estar da população que usufrui de áreas ecologicamente equilibradas.

Assim, é fundamental que sejam permanentes as ações que promovam plantios adensados de espécies nativas em áreas públicas, seja pelos cidadãos, comunidades, poder público ou iniciativa privada em apoio a concretização das diretrizes do Plano Diretor Estratégico, as premissas da Agenda 2030 e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS.

Diversos ODS serão atendidos com esta iniciativa, especialmente o ODS 11 – Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis, e o ODS 15 – Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

Informações:

Dia: próximo Domingo (17 de Março de 2019);

Horário: a partir das 8h30; Concentração: Praça Castro Alves.

Vir, preferencialmente, de roupas leves e de cor verde.
Lembre-se: A hidratação e a proteção contra o sol são muito importantes.

No dia do Evento plantaremos, pelo menos, 100 novas árvores, com características de Vias Urbanas e Nativas, provenientes de Vegetação de Mata Atlântica.

Maiores Informações:

* CETEP de Itororó

* Professor Allan –
(73) 99999-2744

* Grupo do WhatsApp, no link abaixo:

https://chat.whatsapp.com/IV8F8AzulB2CNK0k6wITAV

CONTAMOS MUITO COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS!

Atenciosamente:

Eixo de Recursos

Forró das Antigas em Itororó dia 06 de abril

.

.

Itororó: Adauto anunciou liberação para início das obras da Pç. de Rio do Meio e que BA 263 terá iluminação finalizada

.

.

Durante a Primeira Sessão Ordinária do ano de 2019 da Câmara Municipal de Vereadores nesta terça-feira, 12, o prefeito Adauto Almeida anunciou que a Caixa Econômica Federal liberou verbas para o início da obra de reconstrução na Praça da Igreja São Francisco no distrito de Rio do Meio.

Uma notícia muito aguardada pelos moradores da localidade. Durante seu discurso Adauto elencou alguns dos feitos de seu governo durante este mandato, entre eles, citou a construção e entrega das 150 casas no Grande Loteamento, que beneficiou a população carente daquele Bairro.

O prefeito garantiu que a iluminação do trecho da BA 263 que se estende até o Clube de Campo de Gameleira será realizada muito em breve e que o atraso se deu por conta do valor da obra ter fugido do orçamento inicial. O Estado faria a primeira parte do projeto e a prefeitura entraria com apenas 10% do valor para concluir. O fato é que para finalizar a iluminação a prefeitura terá que arcar com 40% do valor total. 

Informações do Blog Itororó Já

Confira a agenda semanal da Clínica Bem Estar

.

.

PM reformado e ex-PM são presos suspeitos de participação nos assassinatos de Marielle e Anderson

.

.

“Globo”

Força-tarefa afirma que o policial reformado Ronnie Lessa atirou contra a vereadora e que o ex-militar Élcio Vieira de Queiroz dirigia o carro que perseguiu Marielle. Crimes completam um ano nesta quinta-feira. A motivação seria avanço de ações comunitárias da vereadora na Zona Oeste

Ninguém jamais havia investigado Ronnie Lessa, preso nesta terça-feira acusado de ter atirado na vereadora Marielle Franco e no motorista Anderson Gomes, segundo denúncia do Ministério Público. Embora os corredores das delegacias conhecessem a fama do sargento reformado, de 48 anos, associada a crimes de mando pela eficiência no gatilho e pela frieza na ação, Lessa era até a operação desta quarta-feira um ficha limpa. Egresso dos quadros do Exército, foi incorporado à Polícia Militar do Rio em 1992, atuando principalmente no 9º BPM (Rocha Miranda), até virar adido da Polícia Civil, trabalhando na extinta Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (DRAE), com a mesma função da atual Desarme, na Delegacia de Repressão à Roubo de Cargas (DRFC) e na extinta Divisão de Capturas da Polinter Sul.

A experiência como adido foi o motor da carreira mercenária de Lessa. A prática de cessão de PMs para a Polícia Civil começou no início dos anos 2000, quando o Rio ainda enfrentava uma onda de sequestros irrompida na década anterior. A primeira leva, transferida para a Divisão Anti-Sequestro (DAS), forjou outros nomes que posteriormente fariam fama no mundo criminal, como o do sargento da reserva da PM Geraldo Antônio Pereira, o Pereira; e o sargento Marcos Vieira de Souza, o Falcon, ex-presidente da Portela, ambos já foram assassinados em 2016, em situações diversas.  

O próprio Orlando de Oliveira Araújo, o Orlando da Curicica, apontado inicialmente como principal suspeito, também é oriundo da DAS. No caso dele, como  já havia sido expulso pela Polícia Militar, atuava como informante da delegacia ou X-9, como era vulgarmente conhecido. O alcaguete andava em viaturas da polícia, além de portar armas, inclusive fuzis.

Lessa, como outros adidos, conhecia mais das ruas do que qualquer policial civil. Logo, destacou-se e ganhou respeito pela agilidade e pela coragem na solução dos casos. Esta fama, segundo os bastidores da polícia, chegou aos ouvidos do contraventor Rogério Andrade, na época cada vez mais ocupado em fortalecer o seu exército numa sangrenta disputa territorial com o também contraventor Fernando Iggnácio de Miranda. Em jogo, o legado do bicheiro Castor de Andrade, morto em 1997.

Arregimentado por Andrade, Lessa não demorou a crescer na organização e ocupar o destacado posto de homem de confiança do chefe.  Até que, em abril de 2010, a explosão de uma bomba no carro do bicheiro não apenas matou o filho dele, Diogo Andrade, de 17 anos, como fulminou a credibilidade de Lessa junto ao chefe, por não conseguir protegê-lo, assim como sua família. O guarda-costa e exímio atirador foi incapaz de evitar a morte do jovem.

Chama atenção que o método de detonação da bomba usada no atentado que matou o filho do contraventor, segundo peritos da época, foi o mesmo usado no atentado ao sargento da PM, em 2 de outubro de 2009, que perdeu a perna.  Um laudo do Esquadrão Antibombas da Polícia Civil revelou que para explodir o Toyota Corolla blindado de Andrade foi usado um dispositivo acionado à distância por meio de um telefone celular.

Com a sua reforma por invalidez, Lessa acabou deixando de ser adido, mas ainda frequentava as delegacias da Polícia Civil, principalmente a antiga Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (DRAE). Até que, em 2011, ciente da migração dos adidos para as fileiras do crime, a Secretaria de Segurança do Estado vetou para sempre a cessão de quadros da PM para a Polícia Civil e acabou com a DRAE. A medida foi resultado da Operação Guilhotina da Polícia Federal, que investigou a corrupção policial envolvendo policiais civis e os adidos, além de integrantes da cúpula da instituição.

Com as portas fechadas na polícia, o ambiente mafioso tornou-se um caminho sem volta para Lessa. A mira certeira, decisiva para a expansão territorial de Rogério Andrade, foi também o passaporte do ex-sargento para a organização criminosa formada por matadores de aluguel, considerada mais temida e eficiente do Rio. Num cenário em que o dinheiro da corrupção garantia a impunidade destes mercenários, Lessa nem sequer se dava ao trabalho de agir às sombras. Para agenciá-lo, bastava dar uma passada no bar onde o ex-adido fazia ponto no Quebra-Mar, na Barra da Tijuca.

Uma opinião unânime assombra os que conheceram Lessa pessoalmente. Há quem diga que ele é capaz de tudo para cumprir as empreitadas criminosas, sem medir as consequências. Hábil no manejo principalmente de fuzis, é conhecido por gostar de atirar sentado, embora uma prótese moderna disfarce bem o problema físico quando em pé. Jamais volta para a base sem ter cumprido o que fora acertado com o contratante.

É esse homem que, agora, a polícia pretende levar para o banco dos réus como o principal acusado da morte de Marielle e Anderson.

Extremamente operacional, Ronnie Lessa encontrou no 9º BPM (Rocha Miranda) a unidade perfeita para o seu perfil. Afinal, o batalhão,  nos idos de 1992, tinha fama de ser violento, aparecendo com frequência nas manchetes de jornal. Não é à toa que os policiais que davam serviço naquela época eram conhecidos como “Cavalos Corredores”. Foi da unidade de Rocha Miranda que saíram os PM condenados pela chacina de Vigário Geral, em 1993, quando 21 pessoas — oito delas evangélicos de uma mesma família — foram executadas.

:: LEIA MAIS »

Firmino Alves: Homem é encontrado morto em uma residência na Av. Itabuna

.

.

Um homem identificado como Marcos José Reis e conhecido popularmente como “Catingueiro” foi encontrado morto em uma residência no início da manhã desta segunda-feira, 11, na Avenida Itabuna em Firmino Alves.

Segundo informações, “Catingueiro” sofria com problemas de álcool, havia invadido uma casa na rua citada acima e no início da manhã de hoje foi encontrado por populares ensanguentado e já sem vida. Ele apresentava algumas perfurações pelo corpo, inclusive na cabeça. Moradores de Firmino Alves afirmam que o homem já havia cometido alguns crimes na cidade. Ele deixa esposa e 3 filhos.

O corpo de Catingueiro será removido pelo DPT de Itapetinga e passará por necropsia.

Informações do Blog Itororó Já

.

.

Justiça determina inclusão de medicamentos à base de Cannabis na lista do SUS

.

.

A Justiça Federal determinou que a União inclua medicamentos já registrados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) à base de Canabidiol (CBD) e Tetraidrocanabinol (THC), substâncias provenientes da planta Cannabis sativa, na lista de fármacos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Eunápolis (BA), e prevê também que a medida que novos medicamentos forem registrados, estes também sejam incorporados. Vale ressaltar que os medicamentos só devem ser utilizados caso as alternativas já disponibilizadas pelo SUS não surtam efeitos no paciente. 

A decisão foi tomada pois o valor dos medicamentos ou tratamento não pode ser um impedimento para que pacientes que necessitam destes usufruam dos benefícios. De acordo com o MPF-BA, isso frustraria a determinação constitucional de permitir o acesso de todos aos serviços de saúde e ter uma vida digna. 

A sentença também determina o bloqueio de R$ 100 mil da União, para serem utilizados na compra de medicamentos para cada paciente, baseado na prescrição médica. O fornecimento do medicamento deverá ser feito até que outro compatível esteja disponível à população pelo SUS. Caso não cumpra a decisão em 30 dias, a União terá de pagar uma multa diária de R$ 1 mil.     

A semana está pra peixe no Açougue Aliança

.

.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia