WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


setembro 2021
S T Q Q S S D
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
pizzaria garoto senna

pro corpo academia

andressa fashion hair

mercadinho delta

drogaria saude farma

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

hn informatica
Sorry, there are no polls available at the moment.


:: ‘Itororó’

Matrix Produtora fecha parceria com cantor Netinho do Forró

.

.

A produtora vai gerenciar a carreira do artista a nível nacional

Buscando inovar seu seleto grupo de artistas, a Matrix Produtora fechou nessa segunda-feira, 23, uma parceria com o cantor e compositor Netinho do Forró.

A Matrix Produtora, considerada uma das maiores produtoras do país e conceituada pelo gerenciamento de grandes nomes da música, será responsável em gerenciar a carreira e agenda de shows do cantor Netinho do Forró a nível nacional, junto com outros parceiros do artista.

.

.

“Estou muito feliz com essa parceria, sei que Jackson da Matrix é um empresário respeitado, sério e com credibilidade no meio musical, com fé em Deus teremos ótimos resultados com essa parceria” comentou Netinho do Forró.
“Sei do potencial de Netinho, esse artista de grande sucesso na Bahia, agora vamos trabalhar ele para nível nacional, levar sua música aos 04 cantos do Brasil. Estou animado com o projeto, há muita identificação entre nós, o que sem dúvida será maravilhoso para o êxito da parceria”, afirmou Jackson Silva empresário da Matrix Produtora.

Netinho do Forró lançou durante a pandemia a música “Raquel”, hit que tem mais de 600 mil reproduções em diversas plataformas de streaming. O Vaqueiro Cantador como é conhecido tem uma carreira de sucesso na Bahia, sendo destaque e atração certa em diversas cavalgadas e vaquejadas do estado.

Itororó: Deputados recebem honraria no Aniversário da Cidade

.

.

Neste domingo, 22 de agosto foi aniversário da nossa cidade. Dentre as várias autoridades, se fizeram presentes o deputado estadual Rosemberg Pinto filho da terra que tem trazido vários benefícios para o nosso município em todo esse tempo de carreira política e o deputado federal Ronaldo Carletto que também abraçou a nossa cidade trazendo muitos benefícios para o município, dentre eles hoje foi assinada a ordem de serviço da praça Coronel João Borges. Esse aniversário foi recheado de apresentações e inaugurações.

Os deputados receberam das mãos do prefeito Paulo Rios e da vice prefeita Marcilia Costa, uma placa de honraria pelos serviços prestados à nossa cidade. Ascom.

Itapetinga: Mulher morre após colisão entre moto e carro

.

.

Uma colisão Na BA 263, próximo a entrada do monte do Cruzeiro em Itapetinga,  entre uma picape montana e uma motocicleta Yamaha Fazer 125, causou a morte de uma mulher que estava na garupa da motocicleta. 

O condutor da motocicleta de nome JAIR CANDIDO, ficou bastante ferido, sendo socorrido pelo Samu 192.
O condutor do veículo Montana, de nome Robério, foi socorrido por populares para a UPA. 
A mulher teve morte imediata.
Seu nome ainda não foi identificado. Itapetinga Agora.

Prefeitura: Vice Marcilia parabeniza Itororó por seus 63 anos

.

.

Itororó: Prefeitura abre festividades de aniversário da cidade com inauguração

.

.

Nessa última sexta-feira dia 20 de agosto a prefeitura de Itororó iniciou as comemorações de aniversário da cidade inaugurando no distrito de Rio do Meio o centro de fisioterapia Reginalda Gonzaga dos Santos. Este nome foi escolhido para homenagear aquela que foi tão querida pela população.

Quem esteve presente compartilhou da emoção da família e principalmente do seu esposo, que de tão emocionado não conseguiu discursar.

Pudemos contar as presenças do prefeito Paulo Rios com um belo discurso, a vice prefeita Marcília Costa muito coerente em sua fala. Dentre os discursos que foram feitos quem também teve o seu lugar de fala foi o ex-prefeito Adauto Almeida, que sempre reforça o seu apoio ao prefeito Paulo Rios, apoiando assim o “Governo Itororó pra frente”. Foram registradas também as presenças de alguns de nossos vereadores e muitas autoridades. Todos compartilhando desse momento lindo, promovido pela secretaria de saúde em parceria com o “Governo Itororó pra frente”.
Já que é pra frente que se anda amanhã domingo (22),tem mais festa pela cidade e você é o convidado especial.

(Imagem/ Secretária de saúde / Prefeito / Vice prefeita)

HSC parabeniza Itororó por seus 63 anos

.

.

Ronaldo Carletto participa de eventos em Itororó e anuncia emenda para calçamento no município

.

.

No próximo domingo (22), dia que o município de Itororó celebra 63 anos de emancipação política, o deputado federal Ronaldo Carletto (PP) estará na cidade, ao lado do prefeito Paulo Rios.

Além de participar da programação de aniversário, o parlamentar vai anunciar um importante benefício para a cidade, fruto de emenda de sua autoria. Na última terça (17), Carletto assinou um convênio com o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), através do coordenador estadual, Lucas Lobão, para calçamento de diversas ruas de Itororó.

“Itororó vai celebrar 63 anos de emancipação política. Nada mais justo do que o município fazer aniversário e a população ganhar o presente. Minha história com a cidade é antiga e fico imensamente feliz de contribuir com o progresso dessa terra querida. Tenho uma forte parceria com o prefeito Paulo Rios e estamos juntos para que Itororó cresça a cada dia”, salientou o deputado.

Além desse importante recurso, Carletto já destinou emenda parlamentar para diversos setores da cidade, como saúde, agricultura, economia e infraestrutura.

Programação aniversário – Na manhã do domingo, quando Itororó comemora 63 anos e vai contar com a presença do deputado, diversas celebrações estão programadas, todas respeitando as medidas necessárias contra o coronavírus, a exemplo do hasteamento das bandeiras, Missa de Aniversário, inauguração da Escola de Música Mestre Osvaldo, inauguração da pavimentação das ruas no bairro Sinval Palmeira e a assinatura da Ordem de Serviço para reforma da Praça Coronel João Borges.

Fonte: Ascom deputado federal Ronaldo Carletto (PP)

Itororó: Confira Programação para o Aniversário da Cidade

.

.

.

.

3ª dose de reforço contra Covid deve começar por profissionais de saúde e idosos

.

.

A aplicação da terceira dose de vacinas contra a Covid-19 deverá começar por idosos e profissionais de saúde. A informação é do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante entrevista à imprensa, nesta quarta-feira (18), para explicar a metodologia para harmonizar a distribuição de imunizantes para os estados e o Distrito Federal.

O ministro, no entanto, destacou para a iniciar a dose de reforço ainda são necessários mais dados científicos para que o Ministério da Saúde possa organizar a sua aplicação. “Planejamos, no momento que tivermos todos os dados científicos e tivermos o número de doses suficiente disponível, já orientar um reforço da vacinação. Isso vale para todos os imunizantes”.

Estudos indicam que é seguro imunizar adolescentes, como fará SP

.

.

São Paulo planeja começar a vacinação de pessoas de 12 a 17 anos nesta quarta-feira (18). Para o Brasil todo, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou ter planos para iniciar a vacinação de adolescentes após todos os adultos tomarem a primeira dose. Os planos seguem as tendências adotadas em outras partes do mundo.

No Brasil, somente a Pfizer recebeu autorização para mudar a bula de sua vacina e incluir os jovens de 12 a 17 anos.

Além da Pfizer, o Instituto Butantan foi o único a pedir autorização para uso da Coronavac em populações abaixo de 18 anos. Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o Butantan pediu que a bula passe a incluir pessoas de 3 a 17 anos.

Por fim, a Janssen está conduzindo estudo, autorizado pela Anvisa, para ampliar a indicação de idade da vacina.

Até o momento, estão autorizados para uso em adultos no Brasil os imunizantes da Pfizer, da Janssen, a Coronavac e a Covishield, imunizante de Oxford/Astrazeneca.

Em outros países, a expansão de idade para aplicação da vacina contra a Covid já vem acontecendo.

Nos Estados Unidos, o CDC (Centro de Controle de Doenças) recomenda que toda a população a partir de 12 anos deve se imunizar contra a Covid. O imunizante da Pfizer recebeu, em maio, autorização da FDA (agência americana de regulação de drogas) para uso em adolescentes.

Israel, em maio, foi no mesmo caminho ao autorizar a expansão etária para uso da vacina. Com o crescimento de casos no país associado à variante delta, em junho, o ministro da Saúde recomendou que todos de 12 a 15 anos se vacinassem contra a Covid.

A União Europeia, em 28 de maio, também aprovou o uso da vacina da Pfizer e, em julho, o da Moderna para pessoas de 12 a 15 anos.

“Faz sentido [vacinar pessoas mais jovens], depois que vacinar o último adulto”, afirma Renato Kfouri, primeiro secretário da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações). “É o caminho natural em países que têm vacinas e que já vacinaram a população adulta.” Segundo ele, também não se deve esquecer da importância da imunização de adolescentes com comorbidades.

De toda forma, o especialista aponta que, no momento, no Brasil, não há imunizantes suficientes para vacinar, ao mesmo tempo, todos os adultos e adolescentes.

E esse não é um problema só do Brasil. Os planos de usar imunizantes em adolescentes e para terceiras doses levou a uma manifestação da OMS (Organização Mundial da Saúde) contrária às ideias.

“Em países de renda baixa e média-baixa, o fornecimento de vacinas não tem sido suficiente para imunizar nem profissionais de saúde”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde).

As vacinas aprovadas contra a Covid para crianças e adolescentes, como a da Pfizer, são seguras para essa faixa da população.

Autoridades de saúde americanas e israelenses alertaram para casos raros e leves de miocardite (inflamação no músculo cardíaco) e pericardite (inflamação da membrana que cerca o coração) associados a vacinas que usam RNA mensageiro, como a Pfizer/BioNTech e Moderna.

Kfouri, da SBIm, destaca que os casos tiveram evolução positiva. “Pode acontecer o efeito adverso, parece estar relacionado”, afirma. “É uma complicação rara e benigna e, perto do benefício, continua sendo muito vantajoso.”

Em julho, o estudo que mostra a segurança, a imunogenicidade e a efetividade em adolescentes da vacina da Pfizer foi publicado no respeitado periódico científico The New England Journal of Medicine.

No fim de junho, estudo de fases 1/2 publicado na importante revista científica The Lancet Infectious Diseases demonstrou que a Coronavac é segura e produz resposta imune em crianças de 3 a 17 anos.

A Coronavac foi desenvolvida pela laboratório chinês Sinovac. O governo da China anunciou que iria começar a aplicar a vacina em crianças a partir de 3 anos.

Apesar disso, Kfouri diz que a faixa etária é muito ampla para comparativamente poucas crianças estudadas, o que pode trazer dificuldade para aprovação pela Anvisa.

Novos estudos com adolescentes e com crianças –e até bebês– continuam em desenvolvimento e devem crescer, para inclusive aprofundar o perfil de segurança dos imunizantes nessas faixas de idade.

Mas por que são necessários estudos específicos em crianças, considerando as grandes pesquisas já publicadas sobre os imunizantes disponíveis?

Como as vacinas são direcionadas, nesse caso, a um grupo que, em teoria, tem menores risco de adoecimento, hospitalização, quadros graves e morte por Covid, é importante ter dados robustos de segurança, afirma o especialista.

“Você não pode submeter uma criança, um adolescente, que tem risco baixo de hospitalização, a um risco que você possivelmente toleraria em adultos e idosos, que têm possibilidades muito maiores de complicações por Covid”, afirma Kfouri. “Quando você tem uma população de menor risco, aumenta muito a importância do quesito segurança.”

Além disso, crianças costumam ter respostas imunes mais intensas às vacinas, o que pode possibilitar usos diferentes, como na quantidade de doses e concentração.

Apesar da menor possibilidade de casos graves de Covid em crianças e adolescentes, Kfouri faz um alerta. “As pessoas de 0 a 20 anos respondem por 0,34% do total de mortes por Covid no país”, afirma. “Só que estamos falando de quase 2.000 crianças e adolescentes que perderam a vida. Nós vamos precisar, sim, vacinar crianças.”



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia