WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


setembro 2021
S T Q Q S S D
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
pizzaria garoto senna

pro corpo academia

andressa fashion hair

mercadinho delta

drogaria saude farma

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

hn informatica
Sorry, there are no polls available at the moment.


:: ‘Brasil’

Prefeitura: Itororó, 63 anos de Emancipação Política

 

.

.

.

.

MP-BA vai investigar juíza por improbidade administrativa por envolvimento com tráfico

.

.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) abriu um inquérito civil contra a juíza aposentada Olga Regina Souza Santiago Guimarães para apurar a ocorrência de improbidade administrativa. A juíza foi aposentada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por envolvimento com tráfico de drogas. O inquérito será conduzido pela Promotoria de Justiça de Juazeiro, através da promotora Daniela Baqueiro Vargas Leal Alves.

A abertura do inquérito leva em consideração que os atos de improbidade praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a administração direta, indireta ou fundacional de qualquer dos poderes públicos serão punidos como previsto na Lei nº: 8.429/92 – Lei de Improbidade Administrativa. A notícia de fato chegou ao MP-PA através do CNJ, após a aposentadoria compulsória da magistrada. Segundo o MP, o caso ainda não está prescrito. O inquérito civil visa apurar o recebimento de vantagens indevidas pela juíza enquanto atuava em Juazeiro. Os fatos que podem corresponder ao crime de corrupção passiva serão remetidos para a Promotoria de Justiça com atribuições criminais.

O processo administrativo disciplinar no CNJ foi iniciado no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A juíza era acusada de transgressão por manter envolvimento com o traficante colombiano Gustavo Durán Bautista, considerado um dos maiores que já atuaram no Brasil. Na época, a juíza atuava em Cruz das Almas. Gustavo Durán foi réu de Olga em Juazeiro. Em 2001, a polícia encontrou cocaína e dezenas de caixas com fundo falso em uma fazenda de frutas de Durán. Olga Regina absolveu Gustavo das acusações de tráfico. A descoberta da droga provocou na época uma investigação internacional. O traficante foi acusado de mandar para a Europa mais de 5 toneladas de cocaína em caixa de frutas. A investigação apontou que a juíza e o réu mantiveram muitos contatos. Em interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça, foram gravadas diversas conversas da juíza e do marido dela, Baldoíno Santana, com o traficante. A magistrada ainda teria intercedido pelo traficante na Polícia Federal para retirar os antecedentes criminais da ficha dele. Ainda segundo o relato, a juíza visitava com frequência o traficante e a família dele, inclusive, na residência da família de Gustavo, no Morumbi, em São Paulo (veja aqui a matéria sobre o processo no CNJ).

Atualmente, tramita no Pleno do TJ-BA uma ação para conversão da aposentadoria por invalidez da magistrada em aposentadoria compulsória, por determinação do CNJ. O pedido é relatado pela desembargadora Soraya Moradillo e há pedidos de impedimentos e suspeições de desembargadores para analisarem o caso.

A defesa da magistrada, feita pelo advogado Maurício Vasconcelos, afirma que todos os fatos já foram esclarecidos sobre as acusações contra Olga Regina. Ele afirma que acredita na inocência da juíza, que foi aposentada por invalidez por sérios problemas de saúde. O advogado ainda informa que o quadro de saúde de Olga Regina é extremamente grave. A defesa ainda reitera que não tomou conhecimento do inquérito aberto pelo MP contra a juíza aposentada. Vasconcelos acrescenta que as questões criminais já foram investigadas e que tramita no Tribunal de Justiça com regularidade o pedido de conversão da aposentadoria. Em 2012, a magistrada lançou um livro contando sua história, intitulado “O preço amargo da calúnia”, onde afirma que não sabia que Durán era traficante

Governador de Goiás anuncia que Lázaro foi capturado e morto pela Força-Tarefa da polícia

.

.

BN

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), acaba de anunciar que Lázaro Barbosa foi capturado. O criminoso baiano procurado há cerca de 20 dias teria sido preso nesta segunda-feira (28).

Em vídeo publicado no Twitter, às 9h29, o gestor diz que foi informado por “todas as forças de segurança que estão ali na região de Cocalzinho”. Com isso, ele cumprimenta a força-tarefa que concretizou a prisão após vários dias de busca.

“Meus cumprimentos a todas as forças de segurança que ali interagiram e trabalharam com determinação pra mostrar que a lei está acima de todos”, exaltou o governador. Na legenda, ele ainda complementou: “era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do país, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, frisou.

EUA: Baiano de Conquista será candidato ao governo de Massachusetts

.

.

O baiano de Vitória da Conquista, Orlando Silva, será candidato a governador nos Estados Unidos, pelo partido Democrata. Disputando o cargo no estado de Massachusetts, o conquistense de 49 anos pode ser a primeira pessoa nascida no Brasil a ser governador em terras norte-americanas.

Vivendo no país há 15 anos, o morador da cidade de Shrewsbury é casado com uma brasileira e pai de duas filhas. Orlando já teve vários empregos, onde trabalhou no comércio, restaurantes, manufatura e muito mais. Em 2005, Orlando iniciou seu próprio negócio, uma empresa de limpeza de dutos com serviço completo. O negócio do brasileiro chega a empregar dez pessoas nos horários de pico.

O brasileiro se tornou cidadão americano no último ano, quando votou pela primeira vez, e é calouro na política, segundo o site americano Open Corporate.

Quem é o criminoso que ‘dribla’ as polícias Civil, Militar e Federal em fuga que já dura seis dias entre DF e Goiás

.

.

Já dura seis dias a busca pelo criminoso Lazáro Barbosa Souza, de 33 anos, suspeito de matar uma família, na última quarta-feira, 9 de junho,  em uma chácara no Incra 9, em Ceilândia, região nos arredores do Distrito Federal. Após arrombar a porta e entrar na casa, ele matou a tiros e facadas o empresário Cláudio Vidal, de 48 anos, e seus dois filhos, Gustavo Marques Vidal, de 21, e Carlos Marques Vidal, de 15. Esse foi o primeiro de uma longa série de crimes que pôs moradores do DF em alerta e iniciou uma perseguição policial que conta com helicópteros, cães farejadores, drones e mais de 200 homens. Lazáro Barbosa já teria ateado fogo em uma casa, roubado carros e despistado os policias.

A polícia acredita que ele está munido de um revólver calibre .32 e possivelmente de outras armas e munição roubada das residências que invadiu ao longo da última semana. Cerca de 17 fazendas da região estariam ocupadas por policiais. A Secretaria de Segurança Pública de Goiás  e a Secretaria de Segurança Pública do DF montaram uma força tarefa para capturar o suspeito, com base na cidade de Cocalzinho. O grupo conta com policiais  da Polícia Militar (PMDF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Lázaro Barbosa Sousa é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no DF, e um quinto em GO. No último sábado, em Cocalzinho de Goiás, ainda baleou mais três pessoas, dois dos quais em estado grave.

Lázaro Barbosa de Souza é condenado por homicídio na Bahia, além de já ser procurado por crimes de roubo, porte ilegal de armas de fogo e estupro no Distrito Federal e no estado de Goiás. Segundo a polícia, ele foi preso em 8 de março de 2018 pelo Grupo de Investigações de Homicídios de Águas Linda. No entanto, ele fugiu do presídio no dia 23 de julho, apenas quatro meses depois. Desde então, é um foragido.

Já em abril deste ano, no dia 26, ele teria invadido uma casa no Sol Nascente, também na região administrativa de Ceilândia. Após invadir a propriedade, ele teria trancado pai e filho dentro de um quarto e levado a mulher para o mato, onde a teria estuprado.

Os crimes de Lázaro

Quarta-Feira, dia 9 de junho: Lazáro invade a chácara de Cláudio Vidal e mata ele e seus filhos, em uma ação que dura cerca de 10 minutos. No momento da fuga, faz Cleonice Marques, de 43 anos, mulher de Cláudio, refém e a sequestra. Logo após a entrada do bandido na casa, ela teria feito uma ligação para seu irmão pedindo por socorro. Sua família chega momentos depois, mas encontra apenas os corpos de Cláudio e seus filhos.

Quinta-feira, dia 10 de junho: Na parte da manhã, Lazáro Barbosa teria invadido outra residência apenas três quilometros de distância da chácara da família de Cláudio e Cleonice. Ele teria mantido a dona da casa, Sílvia Campos, de 40 anos, e o caseiro, Anderson, de 18, sob a mira de sua arma durante três horas e os obrigado a fumar maconha. Ele teria roubado cerca de R$ 200 e celulares antes de deixar a residência. Cleonice continua desaparecida.

Sexta-feira, dia 11 de junho: Lazáro é suspeito de roubar um carro e fazer mais um refém. Ele teria deixado Ceilândia e ido para Cocalzinho, em Goiás. Lá, incedeia o veículo. A polícia acredita que ele pode ter contado com a ajuda de um comparsa nesse momento. As buscas por Cleonice continuam.

Sábado, dia 12 de junho: O corpo de Cleonice é encontrado em um córrego próximo ao Sol Nascente. Enquanto isso, Lázaro teria invandido uma residência nos arredores de Lagoa Samuel, onde teria ingerido bebidas alcóolicas, feito o caseiro refém e destruído o seu carro. Horas depois, ele teria invadido outra chácara, atirado em três homens e roubado armas de fogo. À noite, teria incendiado uma casa em Cocalzinho. Depois, troca tiros com a polícia e escapa.

Domingo, dia 13 de junho: Lazáro invade uma casa por volta das 15h. A residência estaria vazia naquele momento. O criminoso teria roubado um carro Corsa vermelho. Aproximadamente às 18h30, o veículo teria sido abandonado em uma rodovia, a 30 quilômetros da residência invadida mais cedo. Acredita-se que Lázaro tenha avistado um bloqueio policial e decidio fugir para o mato. Dentro do carro, a polícia encontrou um carregador de munição. De acordo com a Polícia Militar de Goiás, o suspeito teria chegado a trocar tiros com a polícia antes de fugir para um matagal.

Câmara aprova legalização e cultivo de maconha medicinal

.

.

Nesta terça-feira (8), após votação apertada, a comissão especial que analisa o Projeto de Lei 399/15 na Câmara dos Deputados aprovou a legalização do cultivo e produção de Cannabis sativa para fins medicinais.

Foram, ao todo, 17 votos favoráveis e 17 contrários ao parecer do relator, deputado Luciano Ducci (PSB-PR), sendo que coube ao próprio relator desempatar.

Imagens fortes: Jovem morre eletrocutada ao tocar paredão de som. Vídeo mostra desespero

.

.

Uma jovem morreu neste domingo (16) após tocar em um som automotivo durante uma festa em um balneário, no município de Governador Edison Lobão, no sudoeste do Maranhão. Um vídeo (veja acima) mostra o momento em que amigos percebem que a vítima estava recebendo a descarga elétrica. Uma mulher chega a tocar na vítima e recebe um choque. Assista com cautela . Imagens fortes:

Segundos depois, a jovem cai desacordada e a festa é interrompida. A vítima ainda foi socorrida e levada para Hospital Municipal de Imperatriz, mas acabou morrendo. Ao G1 Maranhão, o delegado Alex Andrade afirmou que a Polícia Civil está acompanhando o caso e vai ouvir pessoas que estavam na festa para uma eventual responsabilização. “Já enviamos peritos ao local para analisar se a morte foi criminosa ou acidental”, contou o delegado. // Rede Mirante.

Sobe para cinco o número de mortos por jovem que invadiu creche em cidade de SC

;

;

Subiu para cinco o número de mortos por conta do ataque do jovem de 18 anos, que utilizou um facão para a ação. Após cometer o ato, o garoto desferiu golpes contra o próprio corpo. O garoto foi levado em estado gravíssimo para um hospital da região após o crime.

Ao todo, três crianças e duas funcionárias de uma escola infantil de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, morreram após o ataque, nesta terça-feira (4). 

O delegado regional de Chapecó, Ricardo Newton Casagrande, afirmou que o jovem entrou no local e atingiu as vítimas com um facão (lembre aqui). O jovem entrou na escola Aquarela, creche que fica na cidade de Saudades (SC) e atende crianças de 6 meses a 2 anos.

Fiocruz prevê entregar 18,4 milhões de vacinas até 1º de maio

.

.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou hoje (5) a previsão de entregar, até o dia 1º de maio, 18,4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Programa Nacional de Imunizações.

Nesta semana, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) prevê liberar 2 milhões de doses da vacina contra covid-19. Entre 12 e 17 de abril, mais 5 milhões serão disponibilizadas ao Ministério da Saúde. Nas semanas seguintes, serão entregues 4,7 milhões, de 19 a 24 de abril; e 6,7 milhões, de 26 de abril a 1 de maio.

O cronograma da Fiocruz prevê que 100,4 milhões de doses serão produzidas em Bio-Manguinhos até julho, a partir de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) importado da China.

Seguro-desemprego de doméstico pode ter mais parcelas

.

.

O governo prepara um conjunto de medidas com objetivo de reduzir a necessidade de recursos assistenciais destinados a desempregados e estimular a recolocação profissional. As alterações também buscam a reforma e a sustentabilidade do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), hoje deficitário.

No pacote em estudo, estão desde a redução do seguro-desemprego até mudanças em regras vistas como injustas por integrantes da equipe econômica –como o fato de o trabalhador doméstico ganhar hoje um seguro-desemprego mais limitado que os demais.

Atualmente, o empregado doméstico demitido tem direito a três parcelas do salário mínimo (R$ 1.100). Já os demais podem receber entre três e cinco parcelas (dependendo do tempo no trabalho), com valores que variam de R$ 1.100 a R$ 1.911,84 (conforme o salário).

A equiparação do salário-desemprego de domésticos ao dos demais pode contribuir para reduzir a rejeição a outras medidas em estudo, que têm como objetivo reduzir a necessidade de recursos públicos para os desempregados.

O governo estuda diminuir o valor do seguro-desemprego para trabalhadores demitidos, por meio de um escalonamento decrescente de 10% nos valores.

Caso receba R$ 1.911,84 na primeira parcela, por exemplo, receberia R$ 1.720,65 na segunda, R$ 1.548,58 na terceira e assim por diante.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia