WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenacentral das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar


Sorry, there are no polls available at the moment.
outubro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
carne de sol gomes mercadinho

floema

allyf calcados

unibf faculdade

pizzaria garoto senna

pet shop miau au au

mercadinho delta

V&JC instalacoes eletricas

leo gas

alianca variedades

casa de carnes alianca

lava rapido pit stop

softsky informatica

tecnet

guri polpas

academia pro corpo

hn informatica


:: ‘Bahia’

Itororó: “Ele matou minha filha e voltou a morar na minha casa”, afirma mãe de Kely

.

.

Um novo fato descoberto na manhã desta quinta-feira, 23, torna o assassinato da jovem Keliane Silva de Oliveira de 13 anos e grávida de 3 meses ainda mais estarrecedor.

Em conversa com a equipe do Blog Itororó Já, Jaqueline, mãe da vítima, afirmou que após matar a sua filha Kely o assassino confesso Dielson França dos Santos sofreu um acidente de bicicleta, ficou ferido e voltou a morar em sua residência no Loteamento em Itororó e ficou sob os seus cuidados. Jaqueline informou também que em nenhum momento suspeitou que Dielson era o criminoso e por isso o acolheu novamente dentro de sua casa.

RELEMBRE O CASO   

A polícia militar e civil de Itororó, sob a coordenação do delegado titular de Itororó Dr. Frank Nogueira, prendeu na noite desta quarta-feira, 22, Dielson França dos Santos acusado de ter matado a jovem Keliane Silva de Oliveira de 13 anos, grávida e que teve a ossada encontrada às margens da BA 263, próximo ao antigo matadouro municipal de Itororó e identificada 15 dias após seu sumiço de uma residência no distrito de Bandeira do Colônia.

Ao confessar que matou a jovem, Dielson afirmou que conviveu durante um tempo com a mãe de Kely e que isso trouxe vários transtornos para sua vida. Dielson chegou a ser preso por agredir a mãe da jovem, foi enquadrado na Lei Maria da Penha e após ser solto decidiu que se vingaria. Então, na noite do dia 28 de novembro ao perceber que Kely chegava em casa Dielson a abordou na porta, a levou para próximo do local onde o corpo dela foi localizado e acabou por enforcar a gestante de 3 meses. Dielson era suspeito do crime por já ter feito ameaças a vítima e por isso a polícia civil e o agente civil Kleber Silva seguiram investigando o homem.

A ossada de Kely foi localizado por um trabalhador rural e foi identificada após 10h ininterruptas de trabalho do perito técnico Elson Gonçalves que conseguiu identificar a ossada de Keliane Silva Oliveira pelo exame de papiloscopia. Usando a técnica de reidratação da pele o perito conseguiu, após solicitar a ficha ao CIPAPI-SSA da possível vítima, positivar o caso pelo dedo “mindinho”. Um trabalho que parecia impossível, mas, com muita dedicação, foi recompensado com a identificação.

Dielson segue a disposição da Justiça, terá seu pedido de prisão preventiva feito ainda nesta quinta-feira, 23 e poderá responder pelo crime de feminicídio, quando é “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, isto é, quando o crime envolve: “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”.

Informações do Blog Itororó Já

Polícia Militar da Bahia ganha primeira mulher com a patente de tenente-coronel

.

.

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) ganhou a primeira mulher com a patente de tenente-coronel, a integrante da primeira turma de mulheres oficiais da corporação, Fernanda Dantas, de 54 anos.

A tenente é médica especialista em pediatria, bacharela em Direito e mestranda em Administração Pública. Hoje se divide entre as funções realizadas no Departamento de Saúde da PM, na Vila Militar do Bonfim, onde é lotada, e no Setor Médico do Centro de Operações e Inteligência-2 de Julho, no Centro Administrativo da Bahia.

“Nem me dei conta sobre quanto isso é representativo, até o dia da solenidade de ascensão. Quando olhei ao meu redor e vi que era só eu de mulher, a ficha caiu”, disse a maior autoridade feminina da corporação. 

Ana Fernanda lembra da época que ingressou na PM-BA e da ausência de referências femininas. “Junto comigo entraram outras mulheres, mas a gente não tinha referência feminina lá dentro. Éramos só nós, iniciando a trajetória da mulher na PM”, disse. A tenente-coronel ainda atribui o número reduzido de mulheres a auto cobrança. “Antes de qualquer pessoa, eu mesmo era quem mais cobrava de mim. Sempre trabalhei com amor e com muito zelo, para que sempre oferecesse o melhor de mim à instituição”, afirmou. Bahia Notícias.

Itororó: Policia desvenda caso e prende acusado de matar jovem grávida, que teve ossada identificada

.

.

A polícia militar e civil de Itororó, sob a coordenação do delegado titular de Itororó Dr. Frank Nogueira, prendeu na noite desta quarta-feira, 22, Dielson França dos Santos acusado de ter matado a jovem Keliane Silva de Oliveira de 13 anos, grávida e que teve a ossada encontrada às margens da BA 263, próximo ao antigo matadouro municipal de Itororó e identificada 15 dias após seu sumiço de uma residência no distrito de Bandeira do Colônia.

Ao confessar que matou a jovem, Dielson afirmou que conviveu durante um tempo com a mãe de Kely e que isso trouxe vários transtornos para sua vida. Dielson chegou a ser preso por agredir a mãe da jovem, foi enquadrado na Lei Maria da Penha e após ser solto decidiu que se vingaria. Então, na noite do dia 28 de novembro de 2018 ao perceber que Kely chegava em casa Dielson a abordou na porta, a levou para próximo do local onde o corpo dela foi localizado e acabou por enforcar a gestante de 3 meses. Dielson era suspeito do crime por já ter feito ameaças a vítima e por isso a polícia civil e o agente civil Kleber Silva seguiram investigando o homem.

.

.

A ossada de Kely foi localizado por um trabalhador rural e foi identificada após 10h ininterruptas de trabalho do perito técnico Elson Gonçalves que conseguiu identificar a ossada de Keliane Silva Oliveira pelo exame de papiloscopia. Usando a técnica de reidratação da pele o perito conseguiu, após solicitar a ficha ao CIPAPI-SSA da possível vítima, positivar o caso pelo dedo “mindinho”. Um trabalho que parecia impossível, mas, com muita dedicação, foi recompensado com a identificação.

O trabalho do DPT foi fundamental para que a identificação da jovem fosse feita com agilidade.

Dielson segue a disposição da Justiça e poderá responder pelo crime de feminicídio, quando é “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, isto é, quando o crime envolve: “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”.

Informações do Blog Itororó Já

Região: Casal de pecuaristas é assassinado na Coréia por causa de dívida de R$ 500

.

.

Uma dívida de R$ 500 referente à venda de uma motosserra, foi o motivo alegado por Daniel Nunes de Souza, de 19 anos, para assassinar o pecuarista Gervásio Moreira de Castro e sua mulher Miriam Partenostro Ferreira Castro, na noite de segunda-feira (20), no distrito de Itaimbé, em Potiraguá.

De acordo com o chefe da da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior em Itapetinga,  (Coorpin), Daniel de Souza foi preso poucas horas depois de cometer os crimes e levou os policiais até o local onde escondeu o corpo de Gervásio, a motosserra que motivou as mortes e R$ 400, subtraídos da vítima.

A polícia apurou que Gervásio devia R$ 500 a Daniel, pela compra da ferramenta, e não cumpriu o prazo para pagamento. Por volta das 17h de segunda-feira (20), Daniel procurou Gervásio no distrito de Itaimbé, zona rural de Potiraguá, e pediu que lhe desse uma carona até a localidade de Teixeira do Progresso, na cidade vizinha de Mascote.

CRIME PREMEDITADO

No trajeto, Daniel pediu que a vítima parasse para checar um pneu que estaria vazio. Gervázio desceu do veículo e foi atacado com um facão por Daniel, que o golpeou várias vezes na cabeça e arrastou seu corpo para um matagal, às margens da estrada.

O assassino retornou para Itaimbé e foi até a casa de Gervásio, onde assassinou a companheira dele, Míriam Partenostro Ferreira Castro. Míriam permitiu o acesso de Daniel ao imóvel depois que ele alegou que atendia um pedido de Gervásio, para buscar a motosserra. Segundo a polícia, a mulher foi estrangulada por Daniel, que utilizou as mãos e um fio elétrico para cometer o crime.

Daniel fugiu do imóvel levando o celular de Míriam e a motosserra. Ele escondeu o dinheiro roubado, o facão utilizado no crime e seus pertences próximo a um posto de gasolina em Itaimbé, levando apenas a motosserra para casa. Poucas horas depois, o criminoso foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar.

Na sede da 21ª Coorpin/Itapetinga, para onde foi conduzido, o assassino contou detalhes da execução do casal e indicou onde escondeu a arma do crime e a ferramenta, além do dinheiro e o celular roubados. Daniel deverá ser encaminhado para audiência de custódia.

Itororó: Acidente na BA 263 deixa 4 pessoas feridas, todas da mesma família

.

.

Um acidente ocorrido na tarde deste domingo, 19, por volta das 14:30h na BA 263, próximo a empresa de calçados Lia Line deixou feridas 4 pessoas da mesma família.

Uma das vítimas informou a nossa equipe que Edevaldo da Silva seguia dirigindo um Fiat Uno de cor vermelha, vindo de Itapetinga e sentido a uma Fazenda próxima ao distrito de Bandeira do Colônia quando perdeu o controle de veículo e acabou capotando e parando ao lado da pista. Além do motorista estavam no veículo no momento acidente sua esposa Aline Queiroz, seu filho de identidade preservada, sua irmã Eliene e seu cunhado Lucas.

.

.

.

.

O menor e Lucas foram levados por familiares ao hospital com ferimentos leves, Eliene machucou o braço e está sendo conduzida juntamente com seu irmão Edevaldo pelo SAMU local para o hospital e maternidade de Itororó, onde serão avaliados. Edevaldo foi lançado para fora do veículo e apresenta um corte na cabeça, mas, está acordado e consciente. Aline sofreu apenas escoriações.

Informações do Blog Itororó Já   

Ilhéus: Secretário Municipal é preso em operação da polícia federal

.

.

O ex-vereador e atual secretário de Agricultura e Pesca de Ilhéus, no sul da Bahia, Valmir Freitas, está entre os três presos durante a “Operação Xavier”, deflagrada nesta quarta-feira (15) na cidade. Com a prisão, ele foi afastado temporariamente do cargo na prefeitura, segundo informou a gestão municipal.

Coordenada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), a ação teve como objetivo desarticular uma organização criminosa que atuava na Câmara de Vereadores de Ilhéus. Além de Valmir Freitas, dois empresários foram presos.

Os três tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos durante a ação. Outras quatro pessoas, que também tinham mandados de prisão, estão foragidas. Um vereador e sete servidores da casa legislativa foram afastados.

A operação foi deflagrada no início da manhã. Equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), atuaram na ação.

Além do cumprimento dos três mandados de prisão, os agentes também cumpriram dez de busca e apreensão, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal de Ilhéus. O material, contando com celulares e documentos, foi encaminhado para o MP. CONFIRA MATÉRIA COMPLETA NO G1

Itororoense Marcão, segurança do São Paulo, dá dicas de boxe para jovens debaixo de viaduto

.

.

“Fotos e Informações Folha de São Paulo”

Durante os treinos e jogos do São Paulo, ele tem a missão de garantir a segurança do elenco tricolor. Mas são nas horas de folga, em uma academia improvisada sob um viaduto no bairro de Perus, periferia da zona norte da capital paulista, que Marcos Roberto Costa dos Santos, 44, conhecido como Marcão, se realiza fazendo o que mais gosta: treinar boxe. Introvertido, mas atencioso, ele se torna uma das atrações sempre que chega à Academia do Ferreirão. Com 1,86 m de altura e 116 kg, Marcão faz de tudo por ali. Treina os músculos virando pneus de caminhão, dá marretadas nos pneus para exercitar os braços, pula corda e até arrisca umas corridinhas pelo pátio que fica ao lado da academia. “Aqui é tudo simples, improvisado, mas as pessoas se envolvem com o esporte”, diz.

.

.

Os garotos vibram mesmo quando ele sobe no ringue para “trocar luvas” com os mais jovens. “À medida que a gente vai treinando, eu vou dando uns toques, orientando. Tem muita gente boa aqui”, afirma. Logo que chegou à capital paulista vindo da Bahia

Marcão ingressou no mundo do boxe. A agilidade e a pegada forte de direita renderam um título brasileiro e um sul-americano na década de 1990. Sua carreira ia bem até que uma lesão no ombro o afastou dos ringues. Agora, 20 anos depois, Otávio, seu filho mais velho, o acompanha nos treinos na academia do Ferreirão. “Foi uma surpresa para mim, pois ele nunca se interessou muito pelo esporte. Agora não quer faltar a nenhum treino e já fala até em subir no ringue para lutar”, conta o pai, envaidecido. Assim como Marcão, os outros frequentadores têm autonomia para pegar no pesado, mas tudo sob a vigilância do homem forte da academia.

Ferreirão, ou João Ferreira, 64, é um abnegado. Ex-lutador de boxe e aposentado, ele aproveitou o espaço para fazer do esporte uma forma de inclusão para jovens que têm poucas oportunidades. A academia funciona às segundas, quartas e sextas, com treinos pela manhã, das 7h às 9h e também no final da tarde, das 17h30 às 21h30. Sem cobrar nada dos participantes, ele já tirou dinheiro do bolso para comprar material esportivo. Colaboradores do bairro também contribuem da maneira que podem para manter vivo o projeto. “Às vezes conseguimos mantimentos e procuramos dar às famílias dos meninos que precisam. Nosso objetivo é ter sempre esse espaço cheio para ver os meninos lutando e mantendo a forma”, diz Ferreirão, que há 19 anos mantém a academia sob o viaduto.

Marcão também ajuda como pode. “Às vezes eu pego uma camisa autografada do São Paulo. Daí eles fazem uma rifa e arrecadam dinheiro para ajudar a comprar material esportivo”, conta. Na semana passada, o chefe de segurança são-paulino levou alguns brinquedos para presentear os meninos que participam dos treinos. “Sempre que eu posso, eu trago alguma coisa. A gente dá um carrinho para o menino que não falta aos treinos, que vai bem na escola. É uma forma de incentivar essa garotada, que tem poucas opções”, afirma o segurança.

A academia não é reservada apenas ao público masculino. Fabiana Pereira, 36, concilia emprego e faculdade com seus treinos. Moradora do Jaraguá (bairro próximo do local), ela sempre se interessou por lutas e diz que se encontrou no esporte treinando sob a supervisão de Ferreirão.

“Aqui é academia raiz. Não tem frescura, é tudo no pesado e o ambiente é muito bom”, afirmou a funcionária pública. Além da paixão pelo esporte, o medo da violência fez Fabiana se dedicar mais ao boxe. “Sempre convivi em lugares perigosos. Então a gente pensa na defesa pessoal. Recentemente fui assaltada, mas graças ao boxe tive a tranquilidade de não reagir”, conta. Apesar de o boxe ser o tema central das conversas no local, quando Marcão está por perto o futebol acaba vindo à tona. Os jovens não perdem a chance de saber mais sobre a rotina do segurança são-paulino. “Eles ficam querendo saber como é o jogador tal. Se eu assisto aos jogos do São Paulo no campo. Como é o meu trabalho. É muito bacana. E não é só sãopaulino que vem conversar, tem muito corintiano que vem falar comigo também”, diz Marcão.

Avião com o cantor Amado Batista faz pouso de emergência na Bahia

.

.

Um avião que transportava o cantor Amado Batista fez um pouso de emergência no aeroporto de Jequié, sudoeste da Bahia, na noite de domingo (12). Ninguém ficou ferido, e o cantor se apresentou normalmente no show que estava previso para ocorrer em um clube da cidade.

A prefeitura de Jequié informou que a aeronave de Amado Batista se aproximou do Aeroporto Vicente Grillo, em Jequié, após o pôr do sol, quando o terminal não funciona noturna e a pista fica apagada, não tendo condições de pouso.

A aeronave conseguiu pousar após carros serem levados ao local e acionarem os faróis para iluminar a pista e auxiliar no pouso, conforme registro de imagens de testemunhas. O G1 procurou a assessoria de Amado Batista, que informou que nem o cantor e nem a equipe irão se manifestar sobre o caso.

Ainda segundo a prefeitura de Jequié, os comandantes de aeronaves sabem quais os aeroportos no Brasil possuem balizamento para operação noturna.

“Diante desse aspecto técnico, considerado básico para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), qualquer piloto que tente o pouso noturno em aeroporto sem esses equipamentos, como é o caso de Jequié, assume toda e total responsabilidade pela operação, salvo em caso de emergência, que deve ser esclarecido e comprovado às autoridades militares logo após o pouso forçado”, diz a nota da administração municipal.

Com a situação, a prefeitura de Jequié informou que o pouso no Aeroporto Vicente Grillo, nas condições apresentadas, é de inteira responsabilidade do comandante da aeronave e que o procedimento será comunicado à Anac.

Esta foi a terceira vez em sete anos, que um avião do cantor Amado Batista precisa fazer um pouso de emergência na Bahia. Em 2012, um o pouso de emergência ocorreu na rodovia BA-262, perto da cidade de Aracatu. Onze pessoas estavam dentro da aeronave – dez integrantes da banda e um piloto -, que não sofreram ferimentos. O cantor não estava no voo.

Em 2018, quando ele seguia para um show em Vitória da Conquista, também no sudoeste baiano, a aeronave que ele estava também precisou fazer um pouso de emergência.

Ainda no ano passado, a Anac informou que o avião usado pelo cantor foi interditado por conta de indícios de que era um táxi-aéreo clandestino. G1 Bahia.

Itororó: Polícia prende caminhoneiro de Itapetinga acusado de matar travesti no Paraná

,

,

Após denúncia e em uma operação conjunta entre a polícia civil e a polícia militar de Itororó foi preso sob mandado de prisão expedido pelo estado do Paraná, o caminhoneiro itapetinguense Murilo Eduardo Rolemberg Guimarães acusado de matar atropelado o travesti Jhonatan William dos Santos de 24 anos, conhecido como Rafaela no último dia 30 de março de 2019 em Paissandu – Paraná.

Murilo estava hospedado em uma pousada no distrito de Bandeira do Colônia quando foi denunciado e preso pelo agente civil Kleber Silva a Polícia Militar de Itororó.

No depoimento feito pelo telefone a polícia do Paraná Murilo afirmou que atropelou Rafaela pois, se sentiu ameaçado pela travesti após negar se relacionar com a vítima. Já para a polícia de Itororó, Murilo afirmou que pediu ajuda a Rafaela para comprar drogas na cidade, já que não conhecia o local, que em seguida se desentendeu com Rafaela e não se lembra de mais nada.

Murilo não ofereceu resistência, foi preso e está a disposição da Justiça.

RELEMBRE O CASO ASSISTINDO O VÍDEO ABAIXO:

Informações do Blog Itororó Já   

Ato contra corte de orçamento da Ufba mobiliza estudantes, técnicos e professores

.

.

Uma plenária seguida de uma caminhada entre a Faculdade de Educação e a Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba) mobiliza estudantes, técnicos administrativos e professores da instituição de ensino na manhã desta segunda-feira (6). Representantes dos três segmentos da universidade protestam contra o corte de 30% do orçamento, anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) na última terça (30).  

De acordo com o professor Carlos Zacarias, cerca de 3 mil pessoas participam do ato. “Estou na Ufba desde 2010 e nunca vi um ato tão grande assim, reunindo estudantes técnicos e professores”, relatou Zacarias ao Bahia Notícias. A passeata interdita áreas nas proximidades do Vale do Canela e da reitoria.

O professor foi centro de uma polêmica em 2018 quando coordenou uma disciplina para discutir o impeachment de Dilma Rousseff dois anos antes, batizada como “Tópicos Especiais em História: o golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”. À época, Zacarias foi convocado pela Justiça para prestar esclarecimentos após o vereador Alexandre Aleluia (DEM) requerer a suspensão da disciplina (lembre aqui).

A motivação ideológica é apontada como uma das razões para que as universidades e institutos federais sejam alvos de cortes orçamentários pelo MEC. Em entrevista após o anúncio da redução dos orçamentos, o ministro Abraham Weintraub sugeriu que as instituições de ensino promovem a “balbúrdia” (lembre aqui). Além de permitir a disciplina coordenada por Zacarias, a Ufba foi palco para mobilizações como o Fórum Social Mundial, em março do ano passado e da Bienal de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes, já em 2019. Bahia Notícias.

shekinah pousada restaurante

danny disk gelada

unicesumar

plena saude

paulinho construcao

otica liz

carne de sol gomes

sam fitness

charmes esportes

tropical modas

supermercados compre aqui

jamille lanches

associacao seguranca guardioes

leophoto


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia