WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


novembro 2021
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
cheiro dlamore

pizzaria garoto senna

pro corpo academia

andressa fashion hair

mercadinho delta

drogaria saude farma

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

hn informatica
Sorry, there are no polls available at the moment.


:: 30/nov/2021 . 8:53

Morre Paulinho Camafeu, um dos pais da Axé Music, aos 73 anos

.

.

O cantor e compositor Paulinho Camafeu, de73 anos, teve a morte confirmada na noite da última segunda-feira (29). Paulinho, que é compositor de grandes hinos da Axé Music, como ‘Ilê Aiyê (Que Bloco é Esse?)’ e ‘Afoxé Badauê’, estava internado desde o dia 23 de novembro após sofrer um infarto durante o tratamento de hemodiálise.

Após uma campanha nas redes sociais divulgada pelo jornalista Osmar Marrom, o artista conseguiu ser transferido para o Hospital do Subúrbio, no entanto, seu quadro já era considerado grave. Camafeu sofreu uma parada cardíaca e precisou ser intubado, não resistindo ao procedimento e falecendo 4 dias após sua intubação. O artista é considerado um dos precursores da Axé Music ao lado de nomes como Luiz Caldas. Camafeu é responsável por um dos grandes sucessos de Luiz Caldas, a canção Fricote, e era conhecido pela irreverência em suas composições, apresentando músicas de duplo sentido.

Na web, Camafeu foi homenageado por nomes como Gilberto Gil, Daniela Mercury, Luiz Caldas e Tonho Matéria.

“Oxalá te receba de braços abertos “Paulinho de Camafeu” meu parceiro de vários sucessos”, escreveu Luiz Caldas.

“Perdemos Paulinho Camafeu, nosso querido amigo que me deu o prazer em gravar essa canção”, disse Gil ao compartilhar um registro de Ilê Aiyê.

“Paulinho foi uma luz para a musicalidade do bloco afro. Foi quem primeiro perguntou, cantou, indagou e revolucionou a história do bloco afro na década de 70. A maior expressão musical do Carnaval negro conhecido como Ilê Aiyê, ganhou como troféu e legado, a música “Que Bloco é Esse” que ajudou a inspirar Gilberto Gil a criar o projeto Refavela. Gil não só se inspirou como gravou a canção daquele jovem chamado Paulinho Camafeu, que um dia seria seu compadre”, escreveu Tonho.

 

Novo Lázaro: caçada a criminoso mobiliza polícia de Goiás

.

.

O caseiro Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, é procurado pela polícia do estado de Goiás por triplo homicídio, após ter cruelmente assassinado a companheira grávida de quatro meses, Ranielle Aranha, de19 anos, a enteada de apenas dois anos e dez meses e ainda um fazendeiro vizinho na região de Corumbá de Goiás.O acusado já está sendo apontado pela população como ”Lázaro 2.0”, em relação à semelhança com o caso de Lázaro Barbosa de Souza, ocorrido em junho deste ano. O caseiro conhece bem as matas onde estaria se escondendo.A tragédia provocada por Wanderson Protácio, teve início na noite deste domingo (28), em Corumbá de Goiás, localizada a cerca de 124 km de distância de Brasília. Após uma discussão calorosa com a companheira, Wanderson teria assassinado a mulher grávida e a enteada dentro de casa a facadas, o criminoso teria degolado mãe e filha. Em seguida ele teria se deslocado até uma fazenda onde já teria trabalhado, e lá teria furtado um revólver com seis munições.Wanderson em posse do revólver se dirigiu à fazenda vizinha e após pedir um refrigerante para o fazendeiro vizinho a qual Wanderson conhecia, o assassino disparou contra Roberto Clemente de Matos que não resistiu com um tiro na cabeça. Em seguida, após agredir, o homem tentou estuprar a esposa de Roberto, Cristina Nascimento da Silva, que também havia sido baleada no ombro pois teria reagido. De acordo com a polícia do estado, a mulher teria se fingido de morta para escapar de Wanderson com vida.

O foragido levou a caminhonete de Roberto e o celular da esposa do fazendeiro. Ele fugiu na manhã desta segunda-feira (29), e abandonou o veículo próximo a uma mata na GO-225, distante apenas alguns quilômetros do local do crime. As informações são de que o assassino esteja na região de Abadiânia, ele teria tentado pegar um ônibus às margens da BR 153 quando avistou a polícia e fugiu para a área de mata próxima às residências. Moradores da região estão com medo de se deparar com o criminoso que estaria armado e muito perigoso.Wanderson teria vendido o celular da esposa de Roberto, na manhã desta segunda-feira. O aparelho foi localizado no período da tarde pela polícia em posse de um homem em Alexânia, que confessou ter comprado o aparelho celular. O homem foi preso e irá responder por receptação.

De acordo com o delegado da Polícia Civil responsável pelo caso, Tibério Martins Cardoso, Wanderson é um cara bastante frio e violento. Ele já era conhecido na região por arrumar confusão e por já ter sido preso. “É agressivo quando se trata de mulheres e idosos, que geralmente não conseguem se defender”, conta o delegado. Em 2020, quando ainda estava preso, Wanderson teria agredido um companheiro de cela, deixando-o com quatro costelas quebradas.

O criminoso é natural do Maranhão e já tem passagem pela polícia, ele teria tentado matar uma companheira também a facadas, em 2019, e já estava solto desde março deste ano para responder em liberdade. Ele teria vindo para o Goiás após ter arrumado confusão em outros estados, como Maranhão e Minas Gerais. “É um cara do crime mesmo. As vezes faz uso de drogas, mas é conhecido na região por furtar coisas e fazer coisa errada.”, explica o delegado.

Neste momento, equipes da Polícia Militar do Goiás e Polícia Civil do estado de Goiás, totalizando mais de 50 policiais, estão em diligências para localizar o homem. As buscas são por terra e contam também com helicópteros. O secretário de segurança que atuou no caso Lázaro, Rodney Miranda, foi solicitado para esse caso e está se dirigindo até a região para acompanhar as buscas.

De acordo com pessoas próximas a Wanderson Mota Protácio, durante as coberturas do caso Lázaro, em junho deste ano, Wanderson acompanhava e demonstrava admiração pelo criminoso que foi morto ao ser capturado pela polícia após semanas intensas de busca.

 

Salvador não vai realizar Festival da Virada

.

.

O prefeito Bruno Reis (DEM) confirmou na manhã desta segunda-feira (29) que Salvador não realizará o Festival da Virada. O evento aconteceria no fim de dezembro deste ano e início de janeiro de 2022.

A medida acontece após o sinal de alerta sobre a possível alta nos casos de Covid-19 no Estado. “Os números de óbitos só fazem cair. Só que num cenário de incertezas e dúvidas não há como realizar o Festival Virada esse ano para 200 mil pessoas, estamos tem um mês da festa e chegamos ao limite dessa decisão”, disse aos jornalistas.

“Sempre disse que íamos avaliar o que está acontecendo no Brasil e no mundo, como a pandemia está se comportando em lugares com índices diferentes de vacinação. No entanto, chegamos ao limite da decisão para o Réveillon e nós acreditamos que, diante de tudo o que estamos vendo, não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui, sempre colocando a vida das pessoas em primeiro lugar. Fizemos um esforço grande para que Salvador chegasse aqui servindo de referência até mesmo para outras cidades, com uma série de medidas que foram copiadas Brasil afora, tanto de isolamento social, de flexibilização e de estratégia para avançar na vacinação”, completou.

O chefe do Executivo municipal ressaltou que Salvador apresenta hoje 91% de pessoas vacinadas acima de 12 anos com a primeira dose e 81% com a segunda dose acima de 18 anos. Neste momento, a capital baiana está imunizando, inclusive, pessoas de outras cidades, e com a 3ª dose todos acima de 18 anos.

Sobre o Carnaval, Reis informou que essa decisão será tomada junto com o governo do Estado e ainda não há uma definição sobre o assunto.

hsc empresarial

saae

imoveis imonelli
hamburgueria jamille

ligmax

clinica bem estar

atacadao farma

unicesumar

ccaa

carne de sol gomes

sam fitness

charmes esportes

jamille lanches


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia