WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
farma e farma - bahia gasjunior moveis e eletros clinica bem estar


janeiro 2021
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
pizzaria garoto senna

pro corpo academia

andressa fashion hair

mercadinho delta

drogaria saude farma

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

tecnet

guri polpas

hn informatica
Sorry, there are no polls available at the moment.


:: jan/2021

Prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela morre por complicações da Covid-19

.

.

Eleito e já empossado, o prefeito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), veio a óbito nesta quarta-feira (13), aos 71 anos. Ele estava licenciado do cargo, já que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, tratando complicações decorrentes da Covid-19. Como a diplomação ocorreu antes, o vice-prefeito eleito, Rogério Cruz (Republicanos), deve assumir a prefeitura da cidade de forma definitiva.

O óbito foi confirmado pelo secretário de Comunicação da capital goiana, Bruno Rocha Lima, que disse que a “família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal”.

O G1GO lembra que Luiz Alberto Maguito Vilela foi diagnosticado com coronavírus no último 20 de outubro, quase um mês antes do primeiro turno da eleição. Dois dias depois, ele foi internado num hospital de Goiânia até que no dia 27 daquele mês o político já tinha 75% de inflamação nos pulmões e um alerta para o nível crítico e saturação do oxigênio no sangue. Diante desse quadro, ele foi transferido para o hospital de São Paulo, onde foi entubado três dias depois.

De acordo com a publicação, Vilela chegou a ser extubado em 8 de novembro, mas no dia 15 daquele mês, quando foram realizadas as eleições em primeiro turno, precisou novamente ser entubado. Seu quadro de saúde, no entanto, não impediu que ele fosse eleito para gerir a capital de Goiás no segundo turno. Vilela conquistou 52,60% dos votos contra o senador Vanderlan Cardoso (PSD).

Durante todo esse tempo, o emedebista permaneceu internado, mas chegou a ser transferido para um leito de UTI comum do hospital, em 3 de dezembro. Já no dia 11, Vilela apresentou um sangramento nos pulmões e passou por cirurgia. Ele voltou a ter um quadro estável, com redução de sedativos, mas depois de 80 dias internado, o prefeito sofreu uma infecção nos pulmões, provocada por bactérias e fungos, e não mais resistiu.

A publicação lembra que, em agosto, duas irmãs do político também morreram por Covid-19 num intervalo de menos de 10 dias. Assim como ele, elas eram idosas, com 82 e 76 anos.

Com auxílio da HSC, Ilhéus evita colapso na saúde por conta da COVID-19

IMG-20210112-WA0038

Até junho de 2020 a cidade de Ilhéus, como tantas outras Brasil à fora, era castigada pelo grande número de pessoas infectadas pela Covid-19. Naquela altura, 80% dos infectados eram profissionais da saúde do munícipio, sendo inclusive registradas as mortes de um médico e de enfermeiros que estavam na linha de frente de combate ao vírus.

Com a saúde do município entrando em colapso, a prefeitura de Ilhéus agiu rápido e utilizou o fundo emergencial da Covid-19 para contratar a HSC Soluções Empresariais, empresa especialista na intermediação de mão de obra nas áreas administrativas e saúde pública.

.

.

Logo quando foi contratada, em 10 de junho de 2019, a HSC assumiu o controle do Centro de Atendimento Covid-19 no Centro de Convenções de Ilhéus, onde aumentou o quadro de funcionários e passou a funcionar 24 horas por dia. Houve adequação do fluxo de atendimento e normatizou o uso de EPI´s e EPC´s, com padronização do fardamento.

Outra medida adotada pela HSC, em conjunto com a Secretaria de Saúde de Ilhéus, foi a descentralização da testagem. Com coletas de teste RTPC e Testes Rápidos em diversos pontos da cidade. O paciente que testasse positivo era transportado para o Centro de Covid ou para um hospital próximo, por uma equipe qualificada, contratada exclusivamente para este fim.

Para evitar paralização dos serviços, a HSC realizou reuniões entre a Coordenação da empresa, a secretaria de Saúde e os prestadores de serviços. Onde foram ouvidas as queixas, foram estabelecidos os direitos e deveres de cada parte, orientação sobre licença médica e a regularização dos salários.

De acordo com Gleivisson Pereira Souza, Coordenador Geral de Saúde da HSC, a empresa busca trabalhar com os melhores profissionais de cada área. “Quando chegamos em uma cidade buscamos aproveitar a mão de obra local existente e se esta não for suficiente preenchemos com profissionais que selecionamos via currículos que nos são enviados de todos os lugares do Brasil. Buscamos sempre contratar os melhores, para que o resultado seja rápido e satisfatório”, comentou Gleivissson.

Como resultado do bom gerenciamento do Centro de Atendimento Covid-19 no Centro de Convenções de Ilhéus, o governo do estado disponibilizou 10 leitos de UTI para a unidade de Triagem. Com isso, a cidade de Ilhéus está conseguindo atender a demanda de infectados por COVID-19 e salvando vidas.

Feriado de Carnaval está mantido e festa fica a cargo dos Governadores, diz Ministro

.

.

O governo federal decidiu manter o feriado do Carnaval deste ano, apesar da possibilidade de não haver a comemoração em virtude da pandemia do novo coronavírus. Em entrevista ao SBT nesta segunda-feira (11), o ministro do Turismo, Gilson Machado, disse que a “festa profana” vai ficar “a cargo dos governadores”.

“Quem estava indeciso se ia comprar um pacote turístico, uma passagem aérea, fique sabendo que o nosso governo não vai fazer nada para proibir o feriado do Carnaval. Agora, a festa do Carnaval, que é uma festa profana e todo mundo sabe, fica a cargo dos governadores”, disse.

Apesar da declaração, o ministro afirmou que secretários de turismo e governadores já mostram em conversas que “infelizmente, não temos segurança sanitária para fazer aglomeração do tamanho que o carnaval faz ainda”.

Firmino Alves: Polícia Militar divulga novo número de telefone

.

.

Indonésia confirma queda de avião com 62 a bordo; autoridades anunciam operação de busca

.

.

Autoridades indonésias confirmaram a queda de um avião neste sábado (9). Um Boeing 737-500 da companhia aérea Sriwijaya Air com 62 pessoas a bordo sumiu dos radares quatro minutos após decolar de Jacarta, capital da Indonésia. O governo confirmou que enviou um navio de resgate para as operações de busca.

Segundo o site especializado FlightRadar24, o avião fazia o voo 182 e perdeu mais de 10 mil pés de altitude em menos de um minuto enquanto rumava à cidade de Pontianak, na ilha de Bornéu. Por volta das 4h40 (de Brasília; 14h40 em Jacarta), o Boeing desapareceu. A viagem duraria cerca de uma hora e 30 minutos.

O ministro dos Transportes da Indonésia, Budi Karya, disse em entrevista coletiva que 62 pessoas estavam a bordo, incluindo 12 tripulantes. Outro oficial havia dito anteriormente que havia 56 passageiros e seis tripulantes.

Não há qualquer indício que permita determinar as causas. O CEO da companhia aérea disse que o avião estava em boas condições.

Um oficial da agência de resgate local, disse à agência Reuters que equipes de resgate encontraram supostos destroços em águas ao norte da cidade, mas ainda não é possível confirmar se são partes do avião desaparecido.

Moradores disseram a um jornal local que ouviram um estrondo próximo ao horário que o avião perdeu contato.

aeronave voou pela primeira vez em maio de 1994. Aviões Boeing 737-500 têm histórico de segurança considerado excelente. Nenhuma companhia brasileira com voos regulares opera esse modelo atualmente; entre as décadas de 1990 e 2000, empresas como Rio Sul e Nordeste, hoje extintas, operavam essas aeronaves.

Trata-se, portanto, de um modelo bastante anterior ao 737 MAX, linha de aviões de Boeing que sofreu com dois acidentes graves recentemente. Um deles, com uma aeronave da Lion Air em 2018, ocorreu na Indonésia.

As tragédias levaram à interrupção dos voos com aeronaves do tipo. Somente no fim do ano passado as autoridades de aviação começaram a permitir a retomada das operações com o 737 MAX. Globo.

Firmino Alves: Especialistas opinam sobre situação de Padre Agnaldo. Eleito e sem poder assumir prefeitura

.

.

Bahia Notícias

O primeiro turno da eleição municipal de 2020 ocorreu no dia 15 de novembro. Mesmo assim, quase dois meses depois, o comando do município de Firmino Alves, no interior da Bahia, segue indefinido porque o candidato mais votado ainda recorre na Justiça para ter sua candidatura autorizada.

Padre Aguinaldo (PDT) concorreu sub judice, ou seja, pendente de decisão judicial, e, dadas as possibilidades de recurso, ainda não há uma decisão final sobre o caso. A candidatura do pedetista foi indeferida porque suas contas referentes aos exercícios de 2011 e 2012, quando geria a cidade, foram rejeitadas. Mas isso não o impediu de concorrer, uma vez que a Justiça permite a manutenção da campanha para que o candidato não sofra qualquer prejuízo caso saia vencedor da disputa judicial.

No entanto, o processo se estendeu para além do pleito, o que, para especialistas em Direito Eleitoral, não se trata de morosidade da Justiça, mas sim do respeito a um direito fundamental. “Ele tem direito a recorrer e o tribunal aqui da Bahia teve dia de julgar mais de 300 processos. Tem um roteiro. O Congresso tem que dar mais tempo pra Justiça. É a impossibilidade de praticar todos os atos em um curto prazo de tempo”, critica o advogado Ademir Ismerim.

A opinião é a mesma do advogado Diego Lomanto, que ressalta que não se pode falar em lentidão porque a demanda é muito grande e tem sido processada com brevidade nas instâncias judiciais. “Você tem que dar conta de 417 municípios da Bahia. Se a gente colocar no mínimo dois [candidatos às prefeituras], a gente está falando de quase mil candidatos mais os vereadores. É difícil pra Justiça julgar dentro do prazo mínimo. É ruim pra democracia? Talvez. Mas é natural do processo eleitoral”, defende, destacando que não se refere ao processo específico de Firmino Alves.

Na prática, o imbróglio gerou uma instabilidade política no município baiano. Padre Aguinaldo foi diplomado, tomou posse até que, nesta semana, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou seu recurso, indeferindo a candidatura em segunda instância (veja aqui e aqui), e os atos anteriores foram anulados. Com isso, apoiadores dele têm protestado (veja aqui) e chegaram a tentar impedir que o presidente da Câmara, vereador Fabiano Sampaio (PDT), tomasse posse para um mandato interino. Mas não tiveram êxito.

O vereador será o prefeito até o que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgue o recurso de Padre Aguinaldo, que agora pode alegar que os argumentos que embasaram o indeferimento de sua candidatura não mais existem  a Câmara anulou as rejeições das contas do pedetista, referentes à sua primeira gestão como prefeito, nos anos de 2011 e 2012 (veja aqui).

PROCESSO DE INDEFERIMENTO

Também especialista na área e professor, o ex-presidente da Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-BA), Luiz Viana, concorda com os colegas. Ele pontua que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prevê um calendário com prazos especificados, mês a mês, e que fiscaliza a Corte Regional e a atuação dos juízes das zonas eleitorais para garantir que os procedimentos sigam o período previsto.

“Chega num determinado momento, o partido escolhe os candidatos em convenção e apresenta o pedido de registro ao juiz eleitoral do município, que é o juiz da zona eleitoral. Isso abre prazo  está na lei , pra que os adversários, algum eleitor, o Ministério Público… faça a impugnação. Aí vai ter processo. (…) Uma vez julgado, cabe recurso”, explica Viana. Ele ressalta que a legislação permite ao candidato julgado continuar fazendo campanha, para que ele não sofra “um prejuízo enorme” se vencer a disputa judicial.
 
Viana esclarece que, em casos como o de Padre Aguinaldo, que foi impugnado antes do dia da eleição (saiba mais aqui), o nome dele consta na urna, mas os votos são contabilizados em separado. “Na hora que proclama o resultado, ele não é declarado eleito porque está impugnado. Aí abre-se a discussão do que vai acontecer. Se aquele que teve a maioria dos votos foi impugnado, se teve mais da metade dos votos, tem que ter outra eleição. Se ele tiver ganho sem a metade dos votos, chama o que ficou em segundo, que na verdade ficou em primeiro porque teve a maioria dos votos válidos”, detalha o também professor.

Como Padre Aguinaldo teve 50,01% dos votos, caso o TSE mantenha a atual decisão que indefere sua candidatura, uma nova eleição terá que ser convocada. O Bahia Notícias procurou a Corte Regional, a fim de saber se as datas já foram fixadas, e a assessoria informou que isso só será definido após se esgotarem os recursos.

Bahia confirma primeiro caso de reinfecção por coronavírus com variante encontrada na África do Sul

.

.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirma o primeiro caso de reinfecção por SARS-CoV-2, por meio de sequenciamento genético. Foi observada, na sequência genética do vírus presente no segundo episódio, a mutação E484K, que é uma mutação identificada originalmente na África do Sul. A paciente em questão, uma mulher de 45 anos residente em Salvador, contraiu a Covid-19 duas vezes em um intervalo acima de 90 dias, conforme laudos emitidos pelo Hospital São Rafael em maio e outubro de 2020.

Em 22 de dezembro de 2020, o Hospital São Rafael comunicou oficialmente a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) sobre o caso suspeito de reinfecção. A partir das análises das amostras sequenciadas pelo Núcleo de Vigilância Genômica em tempo real do SARS-CoV-2 no Brasil, do qual o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia faz parte, foram obtidas as seguintes conclusões:

1. As duas amostras agrupam-se em dois lados distintos e pertencem a duas sublinhagens diferentes: B.1.1.33 a amostra da primeira coleta e B.1.1.248 a amostra da segunda coleta;

2. Apresentam um perfil de mutações diferentes;

3. A identificação na amostra referente a segunda coleta (caso de reinfecção) da mutação encontrada na nova variante da África do Sul na proteína Spike localizada no RDB (E484K).

Para além do sequenciamento genético foram realizados outros exames, a exemplo da quantificação de anticorpos anti-SARS-CoV-2, coletados em momentos distintos do caso em questão.

Suspeita de reinfecção

Outros 118 casos suspeitos de reinfecção estão sendo investigados no estado da Bahia em pacientes com faixas etárias de 5 a mais de 80 anos. Deste total, há 82 notificações para o sexo feminino e 36 para o sexo masculino.

Firmino Alves: Secretárias de saúde e educação são nomeadas

.

.

O prefeito interino de Firmino Alves, Fabiano de Jesus Sampaio iniciou seus trabalhos com as nomeações das responsáveis pelas pastas da educação e da saúde municipal. A nomeação ocorreu nesta quarta-feira, 06.

A enfermeira, Cátia Oliveira Schaeppi que trabalha na área de saúde pública há 13 anos, pós graduada em urgência e emergência assumirá como secretária de saúde.

E a professora Maria José da Hora Santos, licenciada em pedagogia e história assumirá a secretária de educação do município.

Novas determinações deverão ocorrer nos próximos dias no município que vive vários problemas por conta do prefeito eleito Padre Aguinaldo não ter sido liberado pela Justiça para assumir a prefeitura de Firmino Alves.

Informacões do Blog Itororó Já

Bandeira do Colônia: “Zé Garante” morre vítima de COVID-19

.

.

Faleceu, em decorrência das complicações causadas pela COVID-19, na manhã desta quarta feira, 06, no Hospital de Valença, o Sr. José Santos Santana de 78 anos, mais conhecido por “Zé Garante”.

Zé era morador do distrito de Bandeira do Colônia e pai do policial civil Alcione. O mesmo foi internado no último dia 12 de dezembro no Hospital Cristo Redentor após ter sido diagnosticado com Coronavírus e por ter sofrido complicações graves. No dia 15 de dezembro seu Zé precisou ser transferido para a UTI do Hospital de Valença.

Após longo tratamento, Zé Garante não resistiu e veio a óbito. Ele deixa esposa e 4 filhos.

O corpo de Zé Garante não foi velado e o enterro ocorrerá ainda nesta quarta-feira, 06, no cemitério local de Bandeira do Colônia.

Informacões do Blog Itororó Já

Ilhéus: Empresário é encontrado morto com marcas de tiros. Crime pode ter sido passional

.

.

Um empresário foi encontrado morto, com marcas de tiros pelo corpo, em Ilhéus. O corpo de Igor Souza de Carvalho, de 33 anos, foi localizado na Fazenda Três Irmãs, no distrito de Castelo Novo, zona rural da cidade do Sul baiano.

De acordo com o Blog do Anderson, o empresário havia ido a uma fazenda para passar o Réveillon com a namorada – a polícia não especificou se ele foi encontrado no mesmo imóvel – e desapareceu no domingo (3). A Polícia Civil agora ouve testemunhas do crime para tentar descobrir o que aconteceu.

Carvalho era dono de uma Casa de Festas de Itabuna. O corpo dele foi recolhido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ilhéus, onde a família fez o reconhecimento.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia