WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
supermercado bom preco - central das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estarfarma e farma


Sorry, there are no polls available at the moment.
março 2020
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
floema

pizzaria garoto senna

pro corpo academia

andressa fashion hair

mercadinho delta

drogaria saude farma

leo gas

genilson reis fotografia

alianca variedades

casa de carnes alianca

softsky informatica

tecnet

guri polpas

hn informatica


:: 5/mar/2020 . 15:22

Ministério da Saúde recua e confirma 4º caso do novo coronavírus no Brasil

.

.

O resultado do teste de contraprova de uma adolescente que vive em São Paulo deu positivo para o novo coronavírus, informou nesta quinta-feira (5) o Ministério da Saúde. Com isso, o Brasil já soma quatro casos confirmados da doença covid-19.

Inicialmente, o ministério havia informado que o registro não entraria na lista de confirmados por não se enquadra na definição de caso de covid-19. O motivo era o fato da adolescente não ter apresentado sintomas.

Após reunião com especialistas nesta quinta-feira, a pasta recuou da decisão e decidiu classificar o registro como confirmado.

A avaliação ocorreu devido a quatro pontos: 1) o fato de ter dado exame positivo para o vírus, 2) o histórico de viagem da adolescente a uma área de alta transmissão, 3) o uso de medicamentos que podem ter escondido sintomas, como febre e 4) a possibilidade de que a adolescente ainda tenha sintomas.

Em nota, o ministério diz que estuda uma infecção assintomática pelo coronavírus. A pasta qualifica a situação como atípica.

A previsão é que sejam feitas agora outras análises para observar carga viral e potencial de transmissão e se houve supressão de sintomas por uso de medicamentos.

Com o recuo do ministério, o Brasil já soma quatro casos confirmados de covid-19. Outros 531 suspeitas estão em investigação, enquanto 315 já foram descartadas após exames.

O caso era analisado desde quarta-feira (4), quando resultado de um primeiro exame feito pela adolescente na rede privada deu positivo para o novo coronavírus.

Trata-se de uma estudante de 13 anos que esteve na Itália. Lá, ela esteve em Milão e depois na região de Dolomitas, onde ficou internada em um hospital por causa de uma lesão no joelho.

O retorno ao Brasil ocorreu no domingo (1º). Na terça (3), ela esteve no hospital Beneficência Portuguesa, onde coletou amostras para exames, que deram positivo. Teste de contraprova feito pelo instituto Adolfo Lutz confirmou a análise.

A adolescente, porém, não teve sintomas desde que chegou ao país. Segundo equipes do Ministério da Saúde, a probabilidade é que ela tenha feito o teste por ter estado internada em um área onde há transmissão do novo vírus e para possíveis novos procedimentos médicos.

A pasta diz que irá avaliar se um eventual medicamento usado para tratamento da lesão no joelho pode ter levado a estudante a não ter sintomas. O histórico dos familiares que a acompanharam na viagem também deve ser analisado. Adolescente e contatos são monitorados, diz o ministério.

Atualmente, não há recomendação para que casos sem sintomas sejam testados para o novo vírus. Nesta quarta, ao ser questionado sobre o caso, ainda em investigação naquele momento, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, negou mudanças na orientação atual da pasta.

“Do ponto de vista da saúde pública, não vamos fazer exame de todo mundo para, numa loteria esportiva, saber se alguém teve o vírus”, disse ele, para quem a medida seria ineficaz na contenção do vírus.

Ainda na quarta, o Ministério da Saúde confirmou o terceiro caso de covid-19 no Brasil. O paciente é um homem de 46 anos nascido na Colômbia, mas que vive em São Paulo e fez viagens recentes à Espanha, Itália, Áustria e Alemanha.

Ele foi atendido no hospital Albert Einstein e teve o caso confirmado em exames. Em seguida, foi encaminhado para isolamento domiciliar.

IBGE abre mais de 200 mil vagas temporárias para o Censo 2020

.

.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) abriu nesta quinta-feira (5) inscrições para concurso com mais de 200 mil vagas temporárias, para trabalho no Censo Demográfico de 2020. As vagas tem duração prevista de três meses a cinco meses e salários de até R$ 2.100.

Os contratados vão trabalhar na coleta de informações do Censo, a maior pesquisa realizada pelo instituto, que visita a cada dez anos todos os domicílios do pais, para traçar um retrato da população brasileira. Por isso, há vagas em todo o Brasil. São três tipos de vagas. Para o cargo de agente censitário municipal, o responsável de coleta, serão contratados 5.462 pessoas, com salário de R$ 2.100. Para agente censitário supervisor, são 22.676 vagas, com salário de R$ 1.700. Para esses dois postos o IBGE exige estudo de nível médio.

A previsão é que o trabalho dure cinco meses, mas se houver necessidade e dinheiro, o prazo pode ser estendido. Os aprovados serão convocados no dia 15 de junho. As vagas restantes são para recenseador, o responsável pela coleta das informações nós municípios. Neste caso, o salário será por produtividade, de acordo com o número de domicílios visitados. Por isso, o cargo não tem cumprimento de carga horária -o IBGE recomenda 25 horas semanais. O prazo de contratação será de cinco meses, também com possibilidade de extensão.

Podem concorrer candidatos que tiverem completado o nível fundamental e as convocações serão a partir de julho, para treinamento antes de ir a campo realizar a pesquisa. A taxa de inscrição para a função de nível médio é de R$ 35,80 e para o nível fundamental, de R$ 23,61. As inscrições estão abertas até 24 de março.

Itororó: A Unicesumar está com 70% de desconto para a mulher que você admira

.

.

shekinah pousada restaurante

unicesumar

ccaa

carne de sol gomes

paulinho construcao

sam fitness

charmes esportes

supermercados compre aqui

jamille lanches

associacao seguranca guardioes

leophoto


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia