WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenacentral das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar


ITORORÓ: ELEITOR - QUAL SERIA O MELHOR HORÁRIO PARA A SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?

View Results

Carregando ... Carregando ...
maio 2019
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
carne de sol gomes mercadinho

allyf calcados

pizzaria garoto senna

leo gas

farmacia dias

alianca variedades

casa de carnes alianca

lava rapido pit stop

tecnet

guri polpas

academia pro corpo

alianca cosmeticos variedades

hn informatica


:: 22/maio/2019 . 22:06

Itororó: Policia desvenda caso e prende acusado de matar jovem grávida, que teve ossada identificada

.

.

A polícia militar e civil de Itororó, sob a coordenação do delegado titular de Itororó Dr. Frank Nogueira, prendeu na noite desta quarta-feira, 22, Dielson França dos Santos acusado de ter matado a jovem Keliane Silva de Oliveira de 13 anos, grávida e que teve a ossada encontrada às margens da BA 263, próximo ao antigo matadouro municipal de Itororó e identificada 15 dias após seu sumiço de uma residência no distrito de Bandeira do Colônia.

Ao confessar que matou a jovem, Dielson afirmou que conviveu durante um tempo com a mãe de Kely e que isso trouxe vários transtornos para sua vida. Dielson chegou a ser preso por agredir a mãe da jovem, foi enquadrado na Lei Maria da Penha e após ser solto decidiu que se vingaria. Então, na noite do dia 28 de novembro de 2018 ao perceber que Kely chegava em casa Dielson a abordou na porta, a levou para próximo do local onde o corpo dela foi localizado e acabou por enforcar a gestante de 3 meses. Dielson era suspeito do crime por já ter feito ameaças a vítima e por isso a polícia civil e o agente civil Kleber Silva seguiram investigando o homem.

.

.

A ossada de Kely foi localizado por um trabalhador rural e foi identificada após 10h ininterruptas de trabalho do perito técnico Elson Gonçalves que conseguiu identificar a ossada de Keliane Silva Oliveira pelo exame de papiloscopia. Usando a técnica de reidratação da pele o perito conseguiu, após solicitar a ficha ao CIPAPI-SSA da possível vítima, positivar o caso pelo dedo “mindinho”. Um trabalho que parecia impossível, mas, com muita dedicação, foi recompensado com a identificação.

O trabalho do DPT foi fundamental para que a identificação da jovem fosse feita com agilidade.

Dielson segue a disposição da Justiça e poderá responder pelo crime de feminicídio, quando é “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, isto é, quando o crime envolve: “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”.

Informações do Blog Itororó Já

Região: Casal de pecuaristas é assassinado na Coréia por causa de dívida de R$ 500

.

.

Uma dívida de R$ 500 referente à venda de uma motosserra, foi o motivo alegado por Daniel Nunes de Souza, de 19 anos, para assassinar o pecuarista Gervásio Moreira de Castro e sua mulher Miriam Partenostro Ferreira Castro, na noite de segunda-feira (20), no distrito de Itaimbé, em Potiraguá.

De acordo com o chefe da da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior em Itapetinga,  (Coorpin), Daniel de Souza foi preso poucas horas depois de cometer os crimes e levou os policiais até o local onde escondeu o corpo de Gervásio, a motosserra que motivou as mortes e R$ 400, subtraídos da vítima.

A polícia apurou que Gervásio devia R$ 500 a Daniel, pela compra da ferramenta, e não cumpriu o prazo para pagamento. Por volta das 17h de segunda-feira (20), Daniel procurou Gervásio no distrito de Itaimbé, zona rural de Potiraguá, e pediu que lhe desse uma carona até a localidade de Teixeira do Progresso, na cidade vizinha de Mascote.

CRIME PREMEDITADO

No trajeto, Daniel pediu que a vítima parasse para checar um pneu que estaria vazio. Gervázio desceu do veículo e foi atacado com um facão por Daniel, que o golpeou várias vezes na cabeça e arrastou seu corpo para um matagal, às margens da estrada.

O assassino retornou para Itaimbé e foi até a casa de Gervásio, onde assassinou a companheira dele, Míriam Partenostro Ferreira Castro. Míriam permitiu o acesso de Daniel ao imóvel depois que ele alegou que atendia um pedido de Gervásio, para buscar a motosserra. Segundo a polícia, a mulher foi estrangulada por Daniel, que utilizou as mãos e um fio elétrico para cometer o crime.

Daniel fugiu do imóvel levando o celular de Míriam e a motosserra. Ele escondeu o dinheiro roubado, o facão utilizado no crime e seus pertences próximo a um posto de gasolina em Itaimbé, levando apenas a motosserra para casa. Poucas horas depois, o criminoso foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar.

Na sede da 21ª Coorpin/Itapetinga, para onde foi conduzido, o assassino contou detalhes da execução do casal e indicou onde escondeu a arma do crime e a ferramenta, além do dinheiro e o celular roubados. Daniel deverá ser encaminhado para audiência de custódia.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia