WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenacentral das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar


ITORORÓ: ELEITOR - QUAL SERIA O MELHOR HORÁRIO PARA A SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?

View Results

Carregando ... Carregando ...
abril 2019
S T Q Q S S D
« mar   maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
carne de sol gomes mercadinho

allyf calcados

pizzaria garoto senna

leo gas

farmacia dias

lava rapido pit stop

tecnet

guri polpas

academia pro corpo

alianca cosmeticos variedades

hn informatica


:: 26/abr/2019 . 8:42

Bolsonaro veta campanha do Banco do Brasil marcada por diversidade e diretor é dispensado

.

.

O Palácio do Planalto recusou uma campanha publicitária do Banco do Brasil protagonizada por atrizes e atores negros, jovens com tatuagens, com anéis e cabelos compridos.  

O comercial é direcionado para a população jovem, um dos públicos que o BB quer atrair. 

O presidente então se envolveu pessoalmente no caso e foi a procura de Rubem Novaes, presidente do banco para se queixar da peça publicitária, segundo o site O Globo.

Rubem então tomou a frente da situação e decidiu vetar a veiculação do material, além de que o diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim, foi dispensado.

Sem dizer o motivo do veto e da dispensa do alto executivo, Novaes diz: “O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”.

Veja o vídeo: 

Itororoense, ex-secretário Sejusc do Amazonino e gerente do INSS, foi preso na operação ‘Zero UM’ da Polícia Federal

.

.

Com informações do G1-AM

Manaus- A prisão ocorreu na manhã desta segunda-feira, 22, durante a Operação Zero Um, deflagrada pela Polícia Federal (PF).  Clizares Doalcei Silva de Santana, gerente executivo do Instituto Nacional Seguro Social (INSS) no Amazonas e ex-secretário de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), é suspeito de cobrar propina de 10% de um empresário vencedor de licitação no INSS e de conceder benefícios a parentes e amigos.

De acordo com a delegada federal Jeanie Tufureti, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão em Manaus, Manacapuru, Iranduba e Ilhéus, na Bahia, onde mora uma prima distante de Clizares Santana, que teve o benefício autorizado por conta do cargo dele.

Segundo a delegada, a operação teve início por meio de algumas denúncias que surgiram sobre uma concessão de benefícios feito de forma indevida pelo gerente-executivo do INSS no Amazonas.

“Uma pessoa do relacionamento dele, de um parentesco distante, que residia na cidade de Ilhéus teve o benefício indeferido no local. Após isso, ela entrou com o recurso administrativo perante a agência da previdência em Ilhéus e foi feito um novo cadastro, uma nova solicitação a qual foi deferida, na mesma data utilizando a senha do gerente executivo do INSS em Manaus”, disse a delegada.

Após a denúncia, foi instaurado um inquérito policial com vários métodos de investigação, inclusive interceptação telefônicas. Tufureti relatou que então foi possível constatar que o gerente tinha uma estreita relação com políticos da região.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia