WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenacentral das bebidasjunior moveis e eletros clinica bem estar


ITORORÓ: ELEITOR - QUAL SERIA O MELHOR HORÁRIO PARA A SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?

View Results

Carregando ... Carregando ...
dezembro 2018
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
carne de sol gomes mercadinho

allyf calcados

pizzaria garoto senna

leo gas

farmacia dias

alianca variedades

casa de carnes alianca

lava rapido pit stop

tecnet

guri polpas

academia pro corpo

alianca cosmeticos variedades

hn informatica


:: 27/dez/2018 . 11:31

.

.

Itororó: Após sofrer AVC, comerciante Nego Cego está na UTI em Itapetinga

.

.

O comerciante Jucelio Pinheiro dos Santos de 54 anos, popularmente conhecido como “Nego Cego” está internado na UTI do Hospital Cristo Redentor em Itapetinga desde a última segunda-feira, 24, quando sofreu um AVC – Acidente Vascular Cerebral – no Hospital e Maternidade de Itororó.

Familiares informaram que Nego Cego estava internado há 10 dias no Hospital e Maternidade de Itororó com problemas pulmonares e que nesta segunda-feira acabou sofrendo um AVC e precisou ser transferido para a UTI em Itapetinga com urgência. A família informou também que o quadro de saúde de Nego Cego é grave, porém estável.

Nego Cego é dono de um bar popular no bairro Aparecida e por isso se tornou uma figura carismática na localidade. Nas redes sociais amigos e familiares lamentam o estado de saúde de Nego Cego e pedem orações constantes para sua pronta recuperação.

Informações do Blog Itororó Já  

Vereadores são presos em operação contra fraudes em licitações em Tocantins

.

.

Três vereadores e o secretário municipal de governo de Porto Nacional, cidade a 66 km de Palmas, foram presos nesta quinta-feria (27), em uma operação contra fraudes em licitações da câmara municipal. Foram detidos os vereadores Adael Oliveira Guimarães (PSDB), Emivaldo Pires de Souza (PTB), Jean Carlos da Silva (PV) e o secretário Geylson Neres Gomes (MDB), que também integrava a Câmara e está licenciado.

Porto Nacional fica na região central do estado. A Câmara de Vereadores é composta por 11 parlamentares.

A polícia informou que também cumpriu mandados de prisão contra um ex-vereador que teve o mandato cassado; dois servidores da Câmara, além de um empresário do ramo de informática.

O G1 busca contato com a defesa dos parlamentares e com a Câmara de Vereadores. A prefeitura informou que a operação investiga a Câmara de Vereadores de Porto Nacional e não diz respeito à Prefeitura e que Geylson Neres é investigado por sua atuação como vereador e não como secretário.

Ao todo são cumpridos nove mandados de prisão na operação. Destes, oito pessoas já foram presas. A Polícia Civil faz buscas para prender um ex-vereador, que também já foi secretário municipal.

Também são cumpridos oito mandados de busca e apreensão em Porto Nacional e em Palmas. A operação é um desdobramento da Negócio de Família, deflagrada pela Polícia Civil no dia 17 deste mês e que começou a investigar o crime de fraude em licitação na Câmara de Vereadores.

Segundo a polícia, a operação recebeu esse nome porque o suposto esquema teria envolvido três pessoas da mesma família e um amigo. O grupo teria desviado cerca de R$ 700 mil.

Na época da operação, o delegado Wagner Siqueira explicou que o grupo é suspeito de montar empresas para concorrer em processo licitatório na Câmara.

“O grupo possuía quatro empresas com o objetivo supostamente de fraudar o caráter competitivo, participando das licitações de equipamentos de informática e de telefonia. Na ocasião, eles provavelmente combinavam os preços para sagrar-se vencedores nas licitações”, afirmou o delegado. G1 Tocantins.

Inspire-se! Faça Unicesumar em Itororó

.

.

Advogada sofre agressões, filma e vídeo cai nas redes; OAB emite nota de repúdio à violência

.

.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se manifestou e repudiou as agressões sofridas pela advogada Luciana Sinzimbra pelo ex-namorado, que aparecem em um vídeo que tem circulado nas redes sociais durante esta semana. O motivo da agressão seria que a não aceitação do fim do relacionamento.

Nas imagens, a vítima é agredida pelo piloto Victor Junqueira, de 24 anos, filho do ex-prefeito de Anápolis, em Goiás. No vídeo ele aparece dando socos e em uma tentativa de enforcamento. É possível ver ainda momentos em que a advogada tenta conversar com o agressor e pede para que ele vá embora.

“Manifestamos apoio à advogada Luciana Sinzimbra e a todas as mulheres que decidem denunciar fatos criminosos como estes, e salientamos a coragem desse ato, por acreditarmos que esse é o primeiro passo para acabar com a impunidade”, diz um trecho da nota da OAB, que considera o vídeo chocante, tanto pelo medo e sofrimento da vítima quanto pelas ameaças e atos de violência do agressor.

Luciana fez um boletim de ocorrência e o caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Opinião de ministros do STF contribuiu para Temer rever decisão sobre indulto

.

.

Dois ministros do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, contribuíram para que o presidente Michel Temer (MDB) mudasse de ideia nesta semana e estudar um novo decreto de indulto natalino para perdoar presos antes do fim de seu mandato, de acordo com coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, defendeu a adoção de critérios mais rigorosos para o indulto, com exclusão de condenados por crimes de colarinho branco, motivo de questionamento no STF em 2017.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia