WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vida plenaauto escola sao pedrojunior moveis e eletros clinica bem estar


ITORORÓ: ELEITOR - QUAL SERIA O MELHOR HORÁRIO PARA A SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES?

View Results

Carregando ... Carregando ...
outubro 2018
S T Q Q S S D
« set   nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
cesta morais

disk floema

adega 33

pizzaria garoto senna

leo gas

lava rapido pit stop

tecnet

guri polpas

leo divulgacoes

nova casa

academia pro corpo

acougue gomes

alianca cosmeticos variedades

farmacia dias

hn informatica


:: 19/out/2018 . 10:12

Itororó: Prefeitura apresenta programa “Primeira Infância no SUAS” para a comunidade

.

.

A prefeitura municipal, através da secretária de desenvolvimento social Magida Carvalho, apresentou para toda a comunidade de Itororó na tarde desta quinta, 18, no Jardim Henrique Brito o programa “Primeira Infância no SUAS”, que beneficia crianças de 0 a 6 anos, sendo prioritárias as beneficiárias do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e beneficiários do Bolsa Família. O evento faz parte da comemoração ao Dia da Criança.

.

.

.

.

O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida, apoiar a gestante para o nascimento e os cuidados perinatais, mediar o acesso das gestantes nos serviços públicos que necessitam. Desenvolver atividades e fortalecimentos de vínculos e socialização, centradas nas brincadeiras, com foco na garantia de segurança da acolhida com seus familiares, estabelecendo reflexões e atividades direcionadas com o cuidado com as crianças.

.

.

Além da participação do CRAS (Centro de Referência Assistencial da Família), CREAS (Centro de Referência Especializado da Assistência Social) e do Centro de Convivência, Pastoral da Criança, Família Acolhedora o evento contou com apresentações de música, futebol, jiu jitsu e capoeira. Crianças e adolescentes das aulas de jiu jitsu receberam novos Kimonos, tornando o aprendizado ainda melhor.

Informações do Blog Itororó Já

Confira mais fotos clicando abaixo:

:: LEIA MAIS »

PF encontra indícios de envolvimento do PCC com esfaqueador de Bolsonaro, diz jornal

.

.

Um mês após a facada contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) em Juiz de Fora, Minas Gerais, a principal linha de investigação da Polícia Federal (PF) é que o PCC, maior facção criminosa do país, pode estar envolvido com Adélio Bispo de Oliveira, agressor do presidenciável. Segundo o jornal O Tempo, Adélio tem sido atendido por uma defesa exemplar que já atuou, anteriormente, na defesa de membros da facção. 

De acordo com pessoas próximas do inquérito 503/2018 ouvidas pela reportagem, há indícios de que a organização criminosa esteja dando auxílio ao acusado. Entre os apontamentos estão vínculos de amizades de Adélio, as atividades dos advogados que atendem o réu, o histórico de personagens envolvidos e até mesmo o discurso adotado por Bolsonaro.

“Veim”, como é chamado o membro do PCC, é amigo de Adélio. Os dois se conheceram em Montes Claros, onde ambos nasceram e cresceram. Até este ano, ainda mantinham contato por meio de redes sociais. “Veim” tem passagens por homicídio e já cumpriu pena no Presídio Regional de Montes Claros.

Outro fato que levanta suspeita é o comportamento de Pedro Augusto de Lima Felipe, advogado que, segundo o jornal, já se encontrava na delegacia em que Adélio foi registrado. Inicialmente, o acusado recusou ser atendido pelo jurista. Lima chegou a tentar convencer Adélio de que havia sido enviado pela mãe do autor da facada, mas Adélio riu: a parente faleceu em 2012. Depois, segundo testemunhas, os dois se reuniram em separado e, então, Lima passou a atuar como defensor no caso. 

Além de Lima, participam da defesa do agressor Zanone Manuel de Oliveira Júnior, Marcelo Manoel da Costa e Fernando Costa Oliveira Magalhães. Magalhães já teria defendido, nos últimos anos, pelo menos três membros do PCC que foram condenados em Minas: Anderson Francisco Ferreira Pereira, André Luiz Pereira, conhecido como “Dezinho”, e José Geraldo Soares dos Santos Júnior, o “Vá”. Os defensores negam as ligações com o grupo criminoso. 

O inquérito oficial sobre o caso, divulgado pela PF até aqui, chegou à conclusão de que Adélio agiu sozinho no momento do atentado, em Juiz de Fora. BN.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia